Passo a passo piscina com blocos de concreto (2)

5 de setembro de 2013


Durável e mais econômica que o concreto armado, a alvenaria estrutural é a base deste tanque, que foi publicado no Especial Piscinas da revista ARQUITETURA & CONSTRUÇÃO. Confira as etapas da obra e, depois, conheça outros sistemas construtivos (como o próprio concreto armado, a argamassa armada, ma manta armada de PVC e a fibra de vidro).
Reportagem: Bruno Versolato, Roberta Akan e Sílvia Moura

DIMENSÕES: de 2,70 a 6,43 m x 9,30 m; PROFUNDIDADE: 1,45 m; ESTRUTURA : alvenaria Estrutural; REVESTIMENTOS: pastilhas de vidro brancas Colormix), bordas de placas cimentícias e deck de madeira de demolição e cumaru (LGV Madeiras); ILUMINAÇÃO: leds (Sodramar); TRATAMENTO DE ÁGUA : cloro



As praias caribenhas - com suas águas transparentes e areia branquinha - inspiraram os proprietários desta casa nos arredores de São Paulo. "Desenhamos a piscina de linhas sinuosas a quatro mãos, eu e meu marido, com degraus que facilitam o acesso e servem de assento", diz Vera Glitz, que aproveitou o terreno em leve declive para a implantação. O engenheiro Waldemar Hazoff fez o cálculo estrutural, o escritório da arquiteta paulista Carla Malieno contribuiu com o projeto, e a execução (50 dias) ficou a cargo do empreiteiro Nivaldo Almeida.

Os quatro passos dessa construção:



Divulgação

Os furos na terra já escavada (13 dias) resultam da sondagem, investigação que identifi cou o solo fi rme e dispensou o uso de estacas na fundação. Bastaram brocas, presentes nas laterais e em quatro pontos no centro do tanque. Elas foram cavadas até 4 m de profundidade, depois preenchidas com ferros (3/8 mm) e concreto, num prazo de oito dias.

Divulgação

Amarraram-se as brocas às ferragens que estruturam a laje – o fundo da piscina – e tudo foi concretado junto (três dias). Sobre as vigas perimetrais dessa base vieram blocos estruturais de concreto, com ferros colocados na vertical. A cada três fi adas, montava-se uma fôrma para ser preenchida com concreto e ferro – são as vigas de travamento.

Divulgação

Ao erguer as paredes (dez dias), houve o cuidado de deixar espaço para instalar os acessórios. O conjunto de seis ferros de 3/8 mm dispostos na vertical a cada 1,50 m resultou nos pilares. Blocos preenchidos com concreto deram forma aos degraus. Uma camada de cimento (usinado, da Polimix) em todo o interior do tanque regularizou a superfície.

Divulgação

Depois da cura do cimento (dois dias), fez-se a impermeabilização: neste caso, com argamassa polimérica e resina termoplástica desempenada. A colocação do revestimento (25 dias) levou cimento-cola específi co e começou pelas bordas, se estendendo depois a paredes, degraus e, por último, ao fundo da piscina.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são muito bem vindos e importantes, mas assine com seu Nome/URL, onde trabalha e de qual estado/cidade você é.

 
Clube do Concreto | by TNB ©2010