Umidade agregados miúdos

17 de setembro de 2013



O teor de umidade é de grande importância no estudo dos agregados, principalmente nos miúdos devido ao fenômeno do inchamento. É definido como a razão entre a massa de água contida numa amostra e a massa desta amostra seca. O resultado geralmente é expresso em porcentagem. Conforme o teor de umidade, temos o agregado nos seguintes estados:

a) Seco em estufa: A umidade, externa ou interna, foi eliminada por um aquecimento a 100° C;
b) Seco ao ar: Sem apresentar umidade superficial e possuindo umidade interna, mas podendo não estar saturado;
c) Saturado Superfície Seca: Não apresenta água livre na superfície, mas os vazios permeáveis das partículas de agregados encontram-se preenchidos de água;
d) Saturado: Apresenta água livre na superfície.

O teor de umidade no estado saturado superfície seca é denominado absorção. A absorção é normalmente muito baixa podendo atingir, em casos excepcionais, a 2%. A determinação da umidade pode ser feita através de:

- Secagem em estufa;
- Secagem por aquecimento ao fogo;
- Frasco de Chapman;
- Picnômetro;
-Álcool

- Aparelhos Especiais (Exemplo: Speedy Moisture Tester, Condutiva tecnologia, aparelho de micro ondas).


0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são muito bem vindos e importantes, mas assine com seu Nome/URL, onde trabalha e de qual estado/cidade você é.

 
Clube do Concreto | by TNB ©2010