1 2 3 4

Use a Brita Certa

Vários fabricantes tem produzido concreto para produtos com a brita fora de sua dimensão e isto sempre conduz a concretos frágeis. Normalmente utilizam britas de maiores diâmetros porque na fabrica querem utilizar só um tipo de brita para todos os produtos e assim adquirem a brita de maior dimensão.

Pela  norma da ABNT  para a escolha do diâmetro máximo este não deve se exceder:


- a 1/3 da espessura da laje
- a 1/4 da distancia entre as faces da forma
- a 0,80 da espessura entre armaduras horizontais
-a 1/2 da espessura entre armaduras horizontais
-a 1/4 do diâmetro da tubulação do bombeamento


Vamos ver abaixo vários exemplos de como escolher a Brita Certa:


1) Para uma lajota de 50x50x3cm qual é a Brita Certa?


Menor dimensão deste produto =3 cm de laje
1/3 desta dimensão= 3/3=1 cm=10 mm
Logo a brita teria Dmax=10 mm 


2) Um bloco de concreto de14x19x39 com parede de 3,2cm qual é a Brita Certa?


Menor dimensão= 3,2 cm entre formas
¼ da distancia entre as faces da forma 3,2/4=0,8 cm=8 mm
Logo a brita certa seria de Dmax=8 mm 


3) Uma viga protendida com a seção e armadura abaixo qual será a Brita Certa se sabendo que o concreto não vai ser bombeado?


- a 1/3 da espessura da laje= não é o caso
- a 1/4 da distancia entre as faces da forma= 20/4=5 cm
- a 0,80 da espessura entre armaduras horizontais=0,80*4=3,2cm
-a 1/2 da espessura entre armaduras horizontais=1/2*4=2 cm
-a 1/4 do diâmetro da tubulação do bombeamento=não é o caso

Logo a Brita Certa será 2 cm=20mm ou seja Dmáx=19mm


Verifique se a brita que está sendo utilizada nos seus traços se é a correta. 

Evite problemas futuros com quebras de peças e com alto teor de vazios devido a não arrumação dos grãos. Estas peças tem alto poder de absorção de água e as armaduras certamente irão ficar comprometidas.

Eng Ruy Serafim de Teixeira Guerra
Leia Mais

Demo do Software Pallet (novo link)

Baixe o software na versão DEMO da SÉRIE PASTA DO ENGENHEIRO 2009 com o VOLUME 1 da PALLET SISTEMAS.




 Este programa funciona em diversas máquinas, até no sistema Windows Vista, utilize outra máquina se houver alguma falha.

link da Demo: http://www.ebah.com.br/content/ABAAAhPFcAF/instala-peng09-vol-i-unico

Se você não souber ou não conseguir baixar me solicite por e-mail que eu lhe envio um link para baixar esta Demo.

O programa calcula:

Lajes maciças e pré-moldadas (volterrana), vigas continuas até 15 vãos, fundações rasas, pilares , analise de capacidade de carga, fundações profundas, otimiza seções retangulares e seções T.

E se você tem o programa e teve problemas de autenticação neste módulo a instalação deste BRINDE deverá resolver o seu problema, voltando a funcionar o seu Volume 1 . 

No  Pacote de Vigas é oferecido este software . O pacote é muito útil para estudos, mas sempre é bom lembrar que  os programas e planilhas de computadores devem ser vistos como uma ferramenta de auxílio aos Engenheiros e Arquitetos e não como uma solução fechada, pois a utilização, o detalhamento e a verificação são sempre de responsabilidade do usuário. 


Veja o que tem no software:




Em cada assunto existe uma pasta com a teoria aplicada no programa .

E lembre-se que o pacote traz muitos mais programas e diversas planilhas,


Valor do Pacote de vigas :   R$250,00 (duzentos e cinquenta reais) a titulo de doação ao Clube do Concreto.


Faça já o seu pedido.

Torne-se um colaborador divulgando o seu trabalho no Clube do Concreto. 

Envie um e-mail para    clubedoconcreto@gmail.com    para adquirir este pacote de vigas  e logo você receberá as instruções para a sua aquisição.

Obs.: Se você é um detentor de qualquer programa ou planilha e não quer seja divulgada neste pacote, você pode solicitar sua remoção pelo e-mail logo abaixo, o que será certamente feito imediatamente ou se o desejar será dado o seu devido crédito no seu trabalho.

Eng Ruy Serafim de Teixeira Guerra
Leia Mais

Caldas Branco (2) sua Planilha e acervo

Para os estudiosos em concreto segue abaixo um link com uma planilha de dosagem do concreto com a metodologia do Eng Cladas Branco e inclui também o seu acervo bibliográfico, sendo que esta é uma iniciativa de Resgate a Memória Técnica Brasileira idealizada por:  http://www.revistafundacoes.com.br/ 


link para baixar:
http://www.ebah.com.br/content/ABAAAhPTAAB/caldas-branco




Leia Mais

Lajes nervuradas com cubas plásticas - Passo a passo







A fôrma de polipropileno é bem leve e fácil de posicionar.O resultado é uma laje com menos materiais, rápida de fazer e também muito leve.



Lajes nervuradas são indicadas sobretudo quando os donos das obras, as empresas, querem amplos vãos livres (sem muitos pilares), como nos estacionamentos e edifícios de escritórios. Pode-se fazer a laje nervurada armada simplesmente com vergalhões ou protendidas, que tem sido o modo mais executado pelas construtoras. Como esse tipo de laje deixa nichos (ver passo 12), é muito mais leve e economiza no concreto e também nas armaduras em comparação com as lajes maciças. Em algumas obras é possível reduzir em até 20% o consumo desses materiais.


Há dois métodos de instalação das cubetas. Em um, as cubas são distribuídas sobre as fôrmas de madeira, apoiadas sobre vigas e escoras metálicas. No outro método as fôrmas se apóiam em vigas metálicas montadas sobre cabeçotes deslizantes.


Apesar de leves – cada peça pesa cerca de 3,3 kg – esses moldes aguentam a sobrecarga do concreto fresco, o peso da armadura,de equipamentos e de homens andando sobre sua superfície.


sistema permite montagem e desmontagem rápida, dispensa a fixação com pregos, e utiliza poucos componentes. Além disso, o formato das cubetas (retangular ou quadrado) facilita o empilhamento, permite a estocagem em áreas reduzidas e ajuda a desenforma. Isso, aliás, é muito importante para evitar danos às peças, já que elas são fornecidas por aluguel e, portanto, reaproveitadas.
Passo 1

Fotos: Marcelo Scandaroli

Antes de tudo é preciso que o escoramento e o vigamento estejam montados de acordo com as orientações do projetista. Só então é possível dar início à instalação das cubetas plásticas. Para executar esse tipo de laje, use um sistema de escoramento metálico, que permite remover as fôrmas com facilidade, sem retirar as escoras.

Passo 2


Em seguida, inicie a montagem da chapa de apoio das cubetas (tablado de madeira) sobre as escoras. Nesta obra foi utilizado painel específico para lajes, composto de chassi de alumínio forrado com compensado plastificado. Observe que o painel tem seus quatro cantos encaixados nas escoras metálicas.


Passo 4




Para que as fôrmas plásticas não saiam do lugar, alinhe-as com o auxílio de um sarrafo de madeira. Em seguida, prenda uma faixa de madeirite na beirada da laje.A maior altura dessa tábua em relação à base das fôrmas ajuda a manter as peças em suas devidas posições.


ATENÇÃO !


Antes de cada uso, aplique nas fôrmas líquido desmoldante, para evitar a deterioração da peça e obter uma desenforma fácil, com um melhor acabamento. Isso pode ser feito tanto por meio de aspersão, quanto por aplicação com rolo, como mostra a foto.

Passo 6


Prenda os vergalhões e os estribos conforme indicação do projetista. Não se esqueça de colocar corretamente os espaçadores para garantir o cobrimento ideal do concreto.


Passo 7


Após instalar todos os elementos da laje, pronto, ela pode ser concretada.


Passo 8

Não amontoe o concreto sobre as fôrmas para garantir bom acabamento da laje. Por isso, as concretagens devem ser feitas por camadas. Além disso, para o adensamento do concreto, o vibrador não pode ter diâmetro com mais de 25 mm.


Passo 9


Agora você deve sarrafear e nivelar a laje.


Passo 10

Fotos: Marcelo Scandaroli

A desenforma é uma etapa muito importante da laje nervurada e, por isso, requer atenção. Depois de três dias da concretagem (quando o concreto atinge a resistência de 25 MPa) é possível iniciar a retirada do escoramento e do tablado de apoio das cubetas, deixando o reescoramento a cada 1,5 m².


Passo 12
Fotos: Marcelo Scandaroli

Depois de retirar as fôrmas, ainda será preciso esperar a cura completa do concreto, que geralmente ocorre após 28 dias. Só então é possível retirar o reescoramento. A laje está pronta.


ca !
» Fique atento ao projeto estrutural, tudo deve ser obedecido exatamente como foi projetado.
» Não use espátulas ou escovas de aço para retirar o concreto após a desenforma. Para evitar que o concreto agarre, basta usar desmoldante.
» Quando for desenformar a cubeta, use cunha de madeira e martelo de borracha. Outras ferramentas e peças podem estragar o plástico.
» Não se esqueça: para fazer serviços a mais de 2 m do chão, é preciso usar o cinto pára-quedista.


Reportagem: Juliana Nakamura
EQUIPE DE OBRA
Edição 16 
Leia Mais

Caldas Branco (1) e suas tabelas


Tabela de traços Eng. Caldas Branco

Tabela de traços
  No passado era muito comum a utilização de tabela de traços para definição da composição de concretos em obras de pequeno porte. Mas se a prática era tecnicamente viável, porque nos dias de hoje temos que considerá-la absurda? 
Bem, a seguir expomos dois dos principais motivos, os quais se relacionam às alterações na composição dos cimentos disponibilizados no mercado:
I – Antigamente o tipo de cimento disponível no comércio era o Cimento Portland Comum. De lá pra cá a norma de classificação de tipos de cimento mudou e essa nomenclatura nem é utilizada mais. Hoje, praticamente só há no mercado cimentos compostos, isto é, cimentos de onde parte substancial do clínquer é substituída por fíler, pozolana ou escória de alto forno. Para que o cimento seja aprovado no ensaio de resistência de cimento como CP-32 os grãos sofrem moagem muito intensa para ficarem mais finos.  Desse modo, quase todo o cimento já terá reagido aos 28 dias de cura, sobrando pouco ganho de resistência após essa idade. No passado, o ganho extra de resistência após a idade de 28 dias salvou muitas estruturas, hoje o pequeno aumento de resistência após essa idade ajuda muito pouco.
II - Dois cimentos de mesma resistência à compressão não necessariamente produzem concretos de mesma resistência (considerando mesmo consumo de cimento por metro cúbico de concreto). Cimentos mais finos produzem maior coesão da mistura fresca, exigindo mais água de amassamento. Ou seja, se tivermos que escolher entre dois cimentos de igual resistência (no ensaio do cimento), mas de finuras diferentes, a melhor escolha será o cimento de grãos mais grossos, pois para uma mesma quantidade de cimento, o concreto feito com aquele de grãos mais grossos será mais resistente, já que necessitará de menos água na mistura. Sendo assim, como os cimentos disponíveis hoje em dia são bem mais finos que os de antigamente, é necessário usar maior quantidade de cimento para se alcançar a resistência desejada. Sendo assim, no mínimo teríamos que atualizar nossa tabela de traços, prevendo-se maior quantidade de cimento nas misturas e até mesmo se incorporar os aditivos.
     Recomendamos a leitura do artigo “Sobre uma certa Tabela de Traços de Concreto” do Engenheiro Manoel Henrique Campos Botelho, também autor do livro “Concreto Armado Eu Te Amo”, que conta a história da famosa Tabela Caldas Branco e de outras similares. O artigo pode ser encontrado em:
     Também há Tabelas de Traços para Concreto, disfarçadas de Softwares de Estudo de Dosagem. Cuidado! Se não há o preparo de misturas experimentais, moldagem de corpos-de-prova e utilização dos resultados pós-ruptura para o cálculo do traço da obra, então o software é só uma tabela de traços empíricos disfarçada de programa de computador. 
Software bom é aquele que auxilia o estudo de dosagem experimental, todos devem exigir a realização de misturas experimentais, de cujos resultados são obtidos os valores característicos dos materiais a serem utilizados para o cálculo do traço da obra. Já uma Tabela de Traços disfarçada de Software, é só mesmo uma tabela, por mais sofisticada que possa parecer.

Retirado do site: http://www.qualidadedoconcreto.com.br/TabelaDeTracos.htm


leia também:

http://www.clubedoconcreto.com.br/2013/08/tracos-caldas-branco-em-volume-ou-em.html
Leia Mais

Bolas de Concreto para Jardim

Fácil DIY Concrete Garden Balls
Para começar, você precisa:
  • Redondas bolas de vidrotipo globo de luminarias
  • Cimento Portland
  • Óleo para revestir o interior dos globos com
  • Uma superfície para trabalhar, como um grande saco de lixo
  • Balde para misturar concreto e algo para mexer com
  • luvas
  • martelo
  • protetor ocular
Primeiro, coloque uma cobertura de proteção, como um saco de lixo. Não pule esta etapa mesmo se você pensa que você nunca fará alguma uma confusão.
Aplicar óleo (eu usei de coco) para o interior dos globos de vidro. Use uma toalha de papel para revestir toda a superfície dentro do globo, mas não deixe excesso de óleo nos globos. Definir seus globos para o lado e misturar o seu concreto. 

Projetos com globos de vidro
Eu sabia que eu queria que o produto acabado para olhar um pouco rústico, então eu usei um 3/4 cimento portland

Mistura de concreto
Misture esta mistura bem com água até que ela fique  grossa, mas ainda vazável.

Simples Projetos concretos
Despeje a mistura nos globos de vidro. Eu usei um copo velho para isso.
Como fazer bolas de jardim de concreto
Isto é o que ele vai olhar como quando é feito. Você não precisa preencher o concreto todo o caminho até o pescoço, se você quiser uma bola totalmente redonda. 
Agora uma palavra sobre essa cobertura protetora que você precisa colocar antes de iniciar este projeto ... ..
Globos de vidro quebrados
Diga comigo agora ... Desajeitado .... Construtor. 
Habilidades, eu tenho-os. 
Felizmente o saco de lixo que eu tinha colocado  conseguiu manter todo o concreto em cima do saco. ....

Como fazer bolas de jardim de concreto
Cuidadosamente definir seus globos em algum lugar seguro para secar e curar por 3-4 dias.
Esperei 4 dias antes que eu removi os globos de vidro mas eu vivo em uma área muito úmida. 
Quando seus globos são ajustados e você está pronto para remover o vidro comece com seu martelo, proteja os olhos. 
Usando velhos globos de luz para fazer bolas de jardim
Coloque o globo sobre a superfície de proteção com proteção para os olhos já em e acertá-lo suavemente com o martelo para quebrar o vidro.
Quando tiver terminado, terá um globo muito brilhante. Se você quiser desprezá-lo e ter um olhar rústico você pode usar uma escova de arame para limpar toda a superfície.
DIY Concrete Jardim Bolas
No final, isso é o que você vai ficar com. É o acento perfeito para  usar como uma barreira de jardim. 

Fácil DIY Concrete Garden Balls
Leia Mais

Mesa de vibração para artesanatos

Eu tenho desde há muito tempo sempre quis algo que ajuda a vibração moldes quando vazamento. No ano passado eu vi uma ideia muito nítida em você tubo onde eles construíram uma mesa de vibração usando um pneu de carro e um motor elétrico. 
Isso eu tive que tentar! Eu já tinha um motor velho e um pneu velho era fácil de obter. Eu aparafusei um contra placado no topo do pneu e depois o motor embaixo. No eixo do motor, eu anexado um pequeno peso para obter as vibrações. 
Eu tive que ajustar o peso no eixo um par de vezes para fazê-lo vibrar como eu queria. Ele funciona como um deleite. Eu só tenho que obtê-lo mais alto porque minhas costas dói quando uso no chão.
 P1040376
P1040377
Leia Mais

Bancada de vidro para banheiro (2)


Eu lancei a bancada para a terceira e última casa de banho em basicamente a mesma maneira que a bancada de banho média . As fotos abaixo mostram a bancada em seu molde, e você pode ver que a superfície exposta (que será o fundo) é bastante áspera. Por alguma razão, foi difícil suavizar a superfície e acabamos com um monte de chips de vidro expostos. Isso não deve machucar nada, mas teremos que moer essa superfície um pouco para que fique firme nos gabinetes de base. 

Como com o banho do meio, nós usamos o vidro claro e colorido para a primeira camada (que será o topo) e então nós usamos todo o vidro marrom para a segunda camada que não mostrará. A primeira camada terminou um pouco rígida, com menos água do que o tempo anterior, 

Por isso esperamos ter algumas bolhas que precisarão de enchimento. 

Não era tão duro como quando nós despejávamos a bancada do banho da casa de campo embora, assim que esperançosamente não será demasiado mau.

 
July 22, 2010
Depois de deixá-lo curar por 4 dias, removemos os lados do molde. Na segunda foto abaixo você pode ver que o avental dianteiro tem alguns vazios de bolhas no concreto, mais de modo que o último countertop quando nós usamos mais água na mistura. Geral não parece bad embora.
 
Nós o colocamos de lado e colocamos tiras de espuma para sustentá-lo, depois baixamos para a espuma. O fundo (agora o topo) do molde saiu muito facilmente, revelando a superfície da bancada. Existem alguns vazios de bolhas no concreto, mas eles não são muito ruins.
 
Essas fotos mostram como ele se parece antes e depois do primeiro polimento com a roda de diamante 50-grit. Demorou cerca de 3 horas para polonês até este nível, e provavelmente teria ido mais rápido se não tivéssemos esperado 4 dias para polonês porque o concreto já é bastante difícil.
 
Aqui estão alguns pontos de vista mais próximos mostrando o topo e frente. Se você olha pròxima você pode ver alguns vazios que necessitarão o enchimento, especial ao longo do upper-left do avental dianteiro.
  
Para esta bancada usamos principalmente vidro transparente, além de tons mistos de verde de garrafas de vinho, jadite verde claro, branco, jarra de conservas azuis e um pouco de azul cobalto. Um pequeno pedaço de vidro vermelho snuck de alguma forma, o que torna um pequeno detalhe interessante à esquerda do recorte de pia.
 
Leia Mais

Vigas de Concreto Armado com o BRINDE PALLET


Lançado agora o Pacote de Vigas do Clube do Concreto com diversas planilhas e softwares para cálculo de vigas de concreto armado. 



 VEJA QUE BRINDE !!!!




A novidade é o Brinde deste pacote é a SÉRIE PASTA DO ENGENHEIRO 2009 com o VOLUME 1 da PALLET SISTEMAS que foi deixado de ser vendida comercialmente a muitos anos. Este programa funciona em diversas máquinas, até no sistema Windows Vista, utilize outra máquina se houver alguma falha.

O programa calcula:

Lajes maciças e pré-moldadas (volterrana), vigas continuas até 15 vãos, fundações rasas, pilares , analise de capacidade de carga, fundações profundas, otimiza seções retangulares e seções T.

Se você teve problemas de autenticação neste módulo a instalação deste BRINDE deverá resolver o seu problema, voltando a funcionar o seu Volume 1 . 

Este Pacote de Vigas é muito útil para estudos, mas sempre é bom lembrar que  os programas e planilhas de computadores devem ser vistos como uma ferramenta de auxílio aos Engenheiros e Arquitetos e não como uma solução fechada, pois a utilização, o detalhamento e a verificação são sempre de responsabilidade do usuário. 

As planilhas devem ser verificadas e estas servem para material didático, estudo e não como ferramenta final de qualquer cálculo, siga as fórmulas na aba de FÓRMULAS do Excel, depois clique em RASTREAR PRECEDENTES OU DEPENDENTES.

Veja o que você vai levar de BRINDE:




Em cada assunto existe uma pasta com a teoria aplicada no programa .

E lembre-se que o pacote traz muitos mais programas e diversas planilhas,


Valor do Pacote de vigas :   R$250,00 (duzentos e cinquenta reais) a titulo de doação ao Clube do Concreto.


Faça já o seu pedido.

Torne-se um colaborador divulgando o seu trabalho no Clube do Concreto. 

Envie um e-mail para    clubedoconcreto@gmail.com    para adquirir este pacote de vigas  e logo você receberá as instruções para a sua aquisição.

Obs.: Se você é um detentor de qualquer programa ou planilha e não quer seja divulgada neste pacote, você pode solicitar sua remoção pelo e-mail logo abaixo, o que será certamente feito imediatamente ou se o desejar será dado o seu devido crédito no seu trabalho.

Eng Ruy Serafim de Teixeira Guerra
Leia Mais
 
Clube do Concreto | by TNB ©2010