1 2 3 4

EFLORESCÊNCIA NO CONCRETO

Eflorescência:

    Em química, eflorescência (francês, "bloom out"), é a perda de água (ou solvente),  por cristalização da atmosfera na exposição ao ar sal hidratado ou solvatado.

    Eflorescência no concreto é um fenômeno muito comum, mas menos compreendido. É um resíduo pulverulento de sais com giz branco e pode ser formada sobre a superfície de qualquer produto contendo cimento, não importa que colora o. Este fenômeno ocorre quando a umidade dissolve-se os sais de cálcio no betão e migra para a superfície através da ação capilar. Quando estes sais de atingir a superfície, eles reagem com CO 2 em ar e evaporar-se deixar um depósito mineral é carbonato de cálcio. Este resíduo de sal branco pode aparecer em poucos ou muitos valores, ele também pode ser formada tanto lento e muito rápida; depende da quantidade de umidade para o betão e livre de cálcio presente em que é submetido. A eflorescência pode ser induzida pela chuva, a água de pé, aspersores, baixas temperaturas, condensação, orvalho, a água é adicionada à superfície de betão fresco ou para facilitar troweling palustra, em suma qualquer umidade na superfície, porque água provoca a reação para produzir eflorescência.
     A eflorescência não causa problemas estruturais, mas pode ser esteticamente desagradável particularmente em betão decorativo. Este fenômeno não é tão evidente em cimento branco ou cinza concreto comum e pode passar despercebido. Mas em outras cores específicas, um pouco de eflorescência, ele pode ser o pior pesadelo para o empreiteiro e dono da superfície. Em cores escuras específicos, o depósito desses sais pode ter o efeito de esclarecer o seu tom ou descolorir, em particular vermelho, eflorescência faz com que pareça rosa, a cor black-tan e pode ser visto como cinza ou até mesmo branco. A boa notícia é que este fenômeno desaparece com o tempo por conta própria, quando o cálcio livre está esgotado no concreto e a má notícia é que isso pode levar até 15 anos, e, certamente, o proprietário não vai querer esperar tanto tempo.
 Fotos onde vários níveis em uma superfície esflorescencia cor castanho escuro concreto é observado.
 
Remover eflorescência. 
    O mais fácil maneira de remover a eflorescência é antes do hidróxido de cálcio é combinado com dióxido de carbono. Até agora pode ser dissolvido com água para a lavagem com água somente dissolver e em seguida enxaguar bem a superfície será, então, secou-se bem, porque lembrar que a umidade pode causar forma eflorescência novamente.
    Quando é eflorescência na fase tendo carbonato de cálcio formado, ele torna-se insolúvel e é mais difícil de remover, mesmo impossível, usando somente água. Para removê-lo, nesta fase, a primeira coisa que recomendamos é usar soluções ácidas suaves ou um produto comercial para remover eflorescência, você também pode usar uma escova de cerdas entre duros e macios (eles não vai arranhar a superfície) para ajudar a remover estes sais e solidificou. Em seguida, é importante para enxaguar a superfície para remover qualquer ácido residual ou solução usada para a remoção da eflorescência.

Evite eflorescência
    A maneira de evitar a eflorescência ocorra em superfícies de concreto está protegendo -o da umidade e isso requer vedação. Não são muitos tipos de vedantes e ideal para aplicação na superfície vai depender sobre a utilização das especificações de betão e aparência desejada por o proprietário. Para mais informações sobre a selagem e tipos de selantes visitar nossa publicação em abril e maio de 2012. Links: Por que selar o concreto? edeselladores Tipos .
    Uma outra maneira para reduzir e prevenir a formação de eflorescência é a utilização de pozolanas na mistura de betão, porque reduz uma quantidade considerável de hidróxido de cálcio presente no betão. Para obter mais informações no futuro publicar um artigo completo sobre o assunto do uso de pozolanas em concreto. Em seguida, tal como explicado acima, é necessária para selar o betão, porque a umidade pode causar eflorescência ocorre.

Última recomendação    Eflorescência ocorre naturalmente em todos concreto e grande parte do problema, como a solução pode fazer com a maneira como a vender o produto. Os clientes muitas vezes têm a ideia de que seu trabalho terá uma cor uniforme, mas como todas as pedras naturais, concreto deve ser vendido com a ideia de que tem uma cor variável, proporcionando um encanto natural único e profundidade impressão cor.




Leia Mais

Passo a passo Bancada Concreto com Vidro

Este projeto apresenta uma bancada concretada no local com um acabamento tipo terrazzo opcional salpicado com pedaços de mármore branco, a madre-pérola, e de vidro azul-cobalto. Uma fundição da bancada no lugar permite ignorar tanto o trabalho pesado e da "cabeça para baixo e para trás" pensamento envolvido em pré fabricar em um molde com a superfície lisa requer bastante habilidade.
A bancada repousa sobre uma base de placa de concreto, O resultado é uma bancada de altura normal, que é facilmente suportado por gabinetes padrão de madeira. Com reforço em aço, e você deve usar agregado suficientemente pequeno para caber através das aberturas dos ferros. Usamos uma mistura pronta, que contém cimento branco e pedaços de mármore branco, mas uma mistura de areia padrão seria ótimo. Com vidro reciclado azul e um punhado de madre-pérola em superfície e lixada-lo alguns dias depois com a mão, porque uma máquina de polimento teria feito um estrago.






INSTRUÇÕES
1. Faça um modelo, descrevendo a forma de sua bancada num cartolina. As bordas devem ser alinhadas com os lados do gabinete.  Marcar o contorno pia na cartolina usando o modelo fornecido com ele. Você também pode usar o modelo de pia e colocar espuma de isolamento que é, pelo menos, 1 ½ polegadas de espessura. Isto irá manter a pia livre do concreto. Uma serra  funciona bem para cortar a espuma. Bordas da espuma deve-se envolver com fita de plástico de modo que eles fiquem lisos.  Se você vê lacunas que você não gosta, preencha com uma pasta de cimento e água. Permita o concreto endurecer por alguns dias. Dar acabamento com lixa molhada e seca. Selar e por cera no balcão antes de usá-lo.
2. Corte a placa de cimento para caber. Para cortes retos, marcar uma linha com uma faca ou uma faca feita para placa de cimento. Encaixe os lados em uma dobra e corte através de malha interior da placa.
3. Corte um buraco para a pia e outras curvas com uma serra com lâmina de madeira. A lâmina se desgasta rapidamente; tenha sobressalentes.
4. cortina de plástico ao longo dos armários e contra o backsplash. Grampo 2 x 4s ao longo do topo dos armários para apoiar a moldagem de plástico que irá formar a borda exterior da bancada; colocar moldagem de madeira de altura igual ao longo da backsplash. Em seguida, defina a placa de cimento no lugar para que ele encoste contra a moldagem backsplash. Prenda o tampão de espuma no lugar com pedaços de madeira de sucata de baixo. Para se proteger contra rachaduras que aparecem na bancada, cobrir costuras na placa de cimento com a fita de malha adesiva.
5. Com cortes de lata, corte de 2 ½ libras de estuque de aço galvanizado de malha para coincidir com a bancada, menos uma diferença de 1 polegada ao longo de todas as bordas, incluindo em torno da pia. Se você precisa de várias peças, se sobrepõem a malha por algumas polegadas. Antes de misturar o concreto, umedecer a placa de cimento com água. Se a placa de cimento seca, repetir este passo, pouco antes de preencher o formulário, mas apaga-se todas as poças.
6. Prepare mistura básica de areia (1 parte de cimento, 2 partes de areia, cerca de ½ parte de água) ou uma mistura de areia ensacado. Com uma espátula, tomar um pouco da mistura preparada e pressione-o para baixo em costuras cobertas com fita adesiva. Ao lado, embalar mais a mistura na forma de borda. Trabalhar rapidamente para encher o resto do meio caminho forma.
7. Colocar a malha de arame na parte superior da mistura húmida. Com um flutuador, pressione levemente a malha na camada inferior da mistura, apenas o suficiente para que o fio não enrolar. Certifique-se de que não é muito perto das bordas. Em seguida, preencha o formulário o resto do caminho. Com um martelo ou vara, toque ao longo da faixa de ponta para liberar bolhas de ar. Em seguida, nivelar o concreto com uma placa em linha reta como você faria para qualquer derramado projeto.
8. peças Sprinkle vidro, mãe-de-pérola, ou outras incrustações na superfície.
9. Incorporar os inlays por troweling sobre eles. Para eliminar as diferenças em torno dos seus bordos, espátula até que eles estão completamente cobertos com o creme de cimento e areia fina que está na superfície. Depois de incorporada os inlays, cobrir a bancada com plástico. Para os próximos três dias, névoa periodicamente o concreto para mantê-lo úmido.

10. Retire a forma borda e cortar a ficha de pia. Em seguida, começar o polimento com lixa molhada e seca, pastilhas de diamante, ou blocos de alumínio de metal duro. Comece com 100 ou 120 grãos abrasivos e trabalhar até 220 e depois 440. Se lixar ejeta pedaços inteiros de areia ou outro agregado, adiar esta etapa para outro dia. Manter em mãos uma panela com água e uma esponja (de preferência do tipo vendido para trabalhos de alvenaria) para que você possa manter a superfície úmida e periodicamente limpar a lama que vai criar. Pare de lixar quando quiser o efeito.



Publicado em: http://www.sunset.com/home/weekend-projects/diy-concrete-countertop/print
Leia Mais

Programa para projetar colunas, vigas e membros do eixo de aço

O programa nos ajuda a projetar o aço é: AÇO SYS DESIGNER v.1.1.
Programa para projetar colunas, vigas e membros do eixo de aço

Quais são as características de SYS AÇO designer para desenhar colunas, vigas e membros do eixo de aço?
Características gerais
  • Especialmente desenvolvido para o Windows
  • Ele fornece recursos de edição padrão do Windows
  • Ele fornece uma ampla ajuda sensível ao contexto
Características de design
  • Ele suporta código 91 AISC para o projeto elemento de aço usando o design de resistência admissível (ASD)
  • Você pode criar as colunas de aço, vigas e membros axiais
  • Ele pode lidar com várias formas transversais, tais como H, I, C, T, L igual, L desigual, LL Igualdade, LL, caixa de CC C Duplo desigual, etc.
  • Banco de dados contém toda a seção de produtos Siam Yamato
  • Os membros e os resultados podem ser importados diretamente das mãos e software P1 MicroFEAP
  • Trabalho em unidades do SI, métricas ou dos EUA
  • Fornecer o projeto e analisar opções para a concepção de novas seções para duas combinações de carga dadas e para calcular a capacidade de um determinado ponto
  • Você pode criar vários membros automaticamente usando a opção "Auto Design"
  • Ele contém instalações completas para o cálculo preparação, formatação e impressão de relatórios
  • Ele contém três módulos de Serviços Gerais Unit Converter, deadhead referência constante e engenharia
  • Ele fornece interface de usuário totalmente interativo, gráfica
  • interface de usuário personalizável e preferências
  • Ele suporta cortar e colar dados e gráficos dentro do programa e outros programas baseados no Windows


Resultados e Relatório
  • Os dados e os resultados podem ser importados de outros programas, como GRASP e P1 MicroFEAP
  • Os resultados selecionados podem ser impressos para cada membro diretamente
  • Os resultados seleccionados de cada um dos membros pode ser adicionado a um "Project Report" para a preparação de um cálculo relatório global.
  • relatório do projeto pode ser totalmente personalizado por modificações de conteúdo fontes, margens, cabeçalhos, rodapés, etc, utilizando o "Gerenciador de Relatórios"
  • visualização completa e facilidade de impressão de relatórios
Baixe aqui
Leia Mais

Software SecTrans



O programa SecTrans disponibilizado está na sua versão 13. As principais funcionalidades do programa SecTrans são: calcular o momento fletor resistente de seções de concreto armado e protendido e calcular o equilíbrio de seções de concreto armado e protendido dado um determinado momento fletor. Neste sentido o programa SecTrans fornece: o diagrama da variação do momento fletor resistente em função da força normal a que a seção transversal está sujeita, o diagrama de equilíbrio da seção transversal com o incremento de carregamento (variação do momento fletor em função da curvatura da seção transversal) e o diagrama de flexão composta oblíqua.

O programa SecTrans é EXCLUSIVAMENTE ACADÊMICO e tem o objetivo de auxiliar alunos de graduação e pós-graduação no desenvolvimento de suas atividades em disciplinas de concreto armado e protendido. Porém, não existe nenhuma garantia de bom funcionamento deste programa. O autor está aberto a sugestões e agradece notificações de eventuais erros que possam ser identificados durante a utilização do programa SecTrans. O usuário é responsável por qualquer conclusão obtida à partir da utilização deste programa ficando o autor e as instituições isentos de qualquer responsabilidade legal.

Desenvolvedor:
Vladimir Guilherme Haach.

Plataforma: Windows
Linguagem: Delphi

Leia Mais

SmartFrame 2D 0.2




SmartFrame 2D é um software de cálculo e verificação estrutural, através do Método dos Elementos Finitos, destinado à análise bidimensional de pórticos planos, treliças e barras com múltiplos trechos.
O programa possui uma completa e intuitiva interface gráfica que permite a fácil introdução das características da estrutura e análise de resultados.
O primeiro passo na construção do modelo estrutural é a configuração das unidades de cálculo permitindo, o SmartFrame 2D 0.2, a utilização de sistemas de unidades SI ou anglo-saxónicas.
A fase seguinte da elaboração do modelo é a definição da grelha geométrica de base, dos materiais a usar e respetivos módulos de deformabilidade, dos padrões de carregamento e das combinações de ações.
SmartFrame 2D 0.2
A configuração geométrica da estrutura passa pela introdução dos nós, barras, libertações internas, suportes estruturais (sendo possível a escolha de suportes pré-definidos como apoios simples, apoios duplos, extremidades livres ou encastramentos), a atribuição dos materiais a cada uma das barras e definição das respetivas secções transversais (sendo aqui possível a escolha de perfis standard pré-definidos ou a configuração detalhada da geometria transversal das barras).
Finalmente é efetuada a introdução de ações, sendo possível, nesta versão do SmartFrame 2D (0.2 Beta) a escolha entre cargas pontuais em nós ou em barras e cargas distribuídas de desenvolvimento uniforme ou variável.
SmartFrame 2D 0.2
Depois de correr a rotina de cálculo, o SmartFrame 2D 0.2 apresenta em forma tabelar e gráfica os resultados relativos à evolução dos esforços axiais, esforços transversos e momentos fletores ao longo das diversas barras constituintes da estrutura.
Possibilita também o traçado da deformada e a análise de valores de deslocamentos para as diferentes combinações de ações definidas durante a construção do modelo.
As tabelas de resultados incluem as reações nos apoios, os esforços nas extremidades e pontos notáveis dos elementos da estrutura.
SmartFrame 2D 0.2 Beta é completamente gratuito, podendo as condições de utilização ser consultadas no website da SmartFrame. A sua utilização pressupõe a solicitação de uma chave de ativação que pode ser obtida automaticamente sem qualquer custo para o utilizador.
SmartFrame 2D 0.2

Download SmartFrame 2D 0.2 Beta
Leia Mais

Análise linear e não linear de estruturas Mastan2 3.2

Mastan2 3.2


Mastan2 3.2
Mastan2 é uma aplicação gratuita de análise linear e não linear de estruturas de Engenharia Civil. Permite realizar análises lineares elásticas de primeira e segunda ordem ou análises não elásticas de estruturas bi e tridimensionais sujeitas a cargas estáticas.
Mastan2 3.2
Tal como a maioria dos programas de análise de estrutural, inclui o traçado de diagramas de esforços e deformadas, cálculo de reacções de apoio, deslocamentos e muitas outras funcionalidades e ferramentas de apoio à análise de estruturas.
Mastan2 3.2 Mastan2 3.2
Mastan2 3.2 Mastan2 3.2
Mastan2 3.2 Mastan2 3.2
Leia Mais

Resposta ao comentario de Dayelle

Dayelle Elias Amaral deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Lista de Dosagem": 

Boa noite, gostaria de saber se a planilha de DPCON possibilita as quantidades para o empacotamento na dosagem. E se é possível disponibiliza-la novamente!


O empacotamento nada mais é do que se fazer uma mistura dos grãos para que se ajustem a uma curva que já tenha este conceito dos vazios estarem sempre preenchidos por grãos menores....Adotei a curva de Fuller que resulta reconhecidamente em um empacotamento perfeito, mas como já disse anteriormente observei que existe um erro nesta curva de Fuller.

O erro é fácil de ser observado: quando se adota o método dos mínimos quadrados para ajuste da mistura, os grãos finos que faltam são preenchidos com grãos grossos....corrigi isso fazendo a minha curva de empacotamento. Esta minha curva que chamei de RG (Reinforced Grade). Esta curva ainda está em teste em algumas fabricas que dou assessoria com muito bons resultados, sua divulgação ainda será analisada de como será feita.

Adotar a curva de Fuller ou mesmo uma curva qualquer para empacotar requer habilidade do dosador do concreto em se analisar vários fatores. Descrever estes fatores é como querer fazer uma cartilha e isso não funciona  bem assim. A analise é de todo o conjunto de dados para que se possa fazer um concreto econômico para um determinado uso. 

Existem tecnologos que veem acrescentando inovações, mas tudo merece ser feito na pratica, nada como ensaiar, ensaiar, ensaiar....

Misturar de qualquer forma os materiais  sempre vai se ter CONCRETO, mas misturar com critérios para se obter um baixo custo para um determinado uso requer CONHECIMENTO.

Quanto a uma nova planilha do DPCON estou providenciando, mas meu tempo tem sido bem curto por isso me desculpe a demora...


Eng Ruy Serafim de Teixeira Guerra



Leia Mais

Software ArcelorMittal / Centro Técnico Industrial da Construção Metálica (CTICM)

A3C 2.64: Verificação detalhada de estruturas de aço

A3C 2.64: Verificação detalhada de estruturas de aço
A ArcelorMittal  e o Centro Técnico Industrial da Construção Metálica (CTICM) lançaram uma nova versão do software A3C. O A3C 2.64 destina-se à verificação estrutural de elementos simples de aço e estruturas mistas de aço e concreto, tendo como base de cálculo os Eurocódigos estruturais.
A nova versão permite a análise de elementos estruturais sujeitos a esforços axiais de compressão e a flexão composta, segundo os eixos de maior e menor inércia.
Através de uma interface simples mas versátil, o A3C 2.64 possibilita a introdução das características geométricas da estrutura e a definição de apoios, tipos de seções e materiais e cargas atuantes.
Nesse âmbito o programa permite a utilização de elementos de aço e mistos aço/concreto e a introdução de combinações de ações constituídas por diferentes configurações de cargas, concentradas e distribuídas, em nós ou barras.
A3C 2.64: Verificação detalhada de estruturas de aço
Adicionalmente o software A3C 2.64 possibilita a verificação da resistência ao fogo da estrutura em análise. Para isso é necessário definir as características dos materiais constituintes, incluindo o tipo de revestimento.
É também necessária a especificação da exposição ao fogo e da posição de cada elemento na estrutura.

O A3C foi construído para permitir a utilização de diferentes fatores de resistência e carga e a definição normativa no que diz respeito às combinações de ações, utilização de anexos nacionais, avaliação de momento críticos, fatores de resistência ao corte e resistência plástica de dimensionamento, entre muitos outros.
A3C 2.64: Verificação detalhada de estruturas de aço
Leia Mais

Software de análise de estruturas espaciais

EBEs 1.0: Software de análise de estruturas espaciais

EBEs 1.0: Software de análise de estruturas espaciais
EBEs 1.0 é um potente software gratuito e de código aberto destinado ao cálculo e análise de estruturas espaciais. Foi desenvolvido por Gustavo Zavala e Antonio Nebro, dois investigadores espanhóis da Universidade de Málaga, que desenvolvem a sua atividade académica na área de estruturas.
Este programa de cálculo é dirigido a engenheiros de estruturas e estudantes de Engenharia Civil, servindo de auxiliar de cálculo nas diferentes etapas do projeto de estruturas de engenharia.
EBEs 1.0 utiliza algoritmos de meta heurística para otimização do processo de dimensionamento, com o objetivo de obter estruturas mais baratas e de elevado desempenho.
Permite a definição detalhada da geometria tridimensional da estrutura a analisar, através da introdução tabelar das coordenadas dos nós e configuração das barras.

Possibilita igualmente a escolha das secções e propriedades físicas de cada um dos elementos estruturais, bem como a introdução de cargas concentradas em nós e barras e distribuídas, com desenvolvimento personalizável.
EBEs 1.0: Software de análise de estruturas espaciais
Com o EBEs 1.0 o projetista poderá definir diferentes hipóteses de combinações de ações, obtendo, para cada uma, os esforços ao longo da estrutura, a deformada e reações de apoio.
O software inclui rotinas avançadas de apresentação de resultados, possibilitando a visualização independente, para cada um dos elementos constituintes, do efeito ao nível de tensões e deformações quando são introduzidas novas solicitações ou efetuadas alterações à geometria e propriedades da estrutura.
As rotinas meta heurísticas de otimização são disponibilizadas num módulo independente, desenvolvido em linguagem Java, que pode ser utilizado após o cálculo inicial da estrutura.
EBEs 1.0: Software de análise de estruturas espaciais
EBEs 1.0: Software de análise de estruturas espaciais
Leia Mais
 
Clube do Concreto | by TNB ©2010