1 2 3 4

Ops ...Operação erradas com Caminhões Betoneiras (2)

Nada como se aprender com erros que acontecem no dia a dia. Veja a segunda parte dass fotos e vídeos abaixo e não deixe de tirar as suas conclusões:


as fotos abaixo são do instagram de :
https://www.instagram.com/spare_parts_for_concrete_pump/














Leia Mais

O Peso do Paver tem correlação com a umidade do concreto verde?

Façamos agora um estudo para a verificação de: peso de pavers se está correlacionado com a umidade do concreto verde?

Fixemos os seguintes dados:

A% = água/materiais secos= água / (peso agregados + C) = 6,0 6.5% e 7,0%  (C= teor de cimento)

Densidade dos agregados na mistura = 2.60 t/m3
Densidade do cimento= 3.10 t/m3
Densidade da água=1 t/m3
Volume de ar na mistura=20litros
Consumos de cimento de  300kg/m3

Pelos volumes absolutos temos que:

C/3.1 + agreg/2.60 + agua = 1000-20

substituindo com os valores adotados teremos:

0.385 * agregados + Teor de água= 883.23 (1)

Como temos variações de umidade do concreto em A%= 6.0/6.5/7.0 :

Teor de água= A%*C + agregados * A% (2)

Substituindo (2) em (1) para cada teor de umidade teremos então o seguinte quadro resumo:

Resta agora analisar este quadro:

1- Como para teores de umidade do concreto na ordem de 7%, sabe-se que o concreto se comporta obedecendo a lei de Abrams (a/c versus resistências) coloquei na última coluna o valor provável de resistência em função do a/c para cada valor de A% se adotando as curvas de Abrams do cimento da ABCP. Se observa que existe uma variação em torno de 5 Mpa para cada 0,50% de aumento em A% (teor de água/materiais secos).

2- A variação do peso de uma peça de paver em relação a A% não é significativa, as tolerâncias na balança de agregados e aglomerantes assumem percentuais muito maiores. Portanto não existe correlação do Peso do paver com a umidade do concreto verde

Como conclusão fica claro que se deve ter controles para a umidade do concreto verde no processo produtivo mas, não se deve deixar de lado o controle individual de pesos porque valores discrepantes em relação ao previsto significam anomalias no processo produtivo que devem ser encontrados e corrigidos imediatamente sob pena de obtenção de produtos não conformes.

Eng Ruy Serafim de Teixeira Guerra   
Leia Mais

Processo Pessoas e Produto --- MARCUS LEMONIS

Resultado de imagem para pessoas processos produto


Gestão estratégica
Assista a série o Sócio (clique aqui) na TV paga e com isso entenderá os 3 PS de MARCUS LEMONIS:
Processo Pessoas e Produto

Conhece seu processo?  Ou acha que conhece?

Garanto que sempre há alguém com uma planilha de controle no desktop (área de trabalho do computador) controlando algo que o faz perder tempo e descentralizando a informação.

Entenda:
Mapeamento de Processos
Para todo e qualquer atividade/tarefa, vulgo Processo, deve-se perceber sua razão e objetivo:

  1. Entrada –> De onde vem a demanda;
  2. Processo –> São os meios/ferramentas que contribuem para controlar a entrada e conduzem de forma eficiente para sua entrega.
  3. Saída –> Para onde vai a entrega, ou seja, o resultado esperado.
Desenhar um processo é essencial para identificar gaps, gargalos, otimização e definir se mantém, extingue ou melhora o processo em questão.

Assim como listamos no papel um check-list de tarefas a serem executadas no do dia a dia ou uma simples lista de compras do mercado ou na hora de enviarmos um e-mail importante, escrevemos de forma que seja claro com construção de início, meio e fim para o entendimento do destinatário.

Não é necessário ser um Expert no assunto para mapear seus processos, mas é preciso unir mentes analíticas, sistêmicas (visão do todo) e estratégicas para identificar gargalos/gaps e conduzir para melhoria contínua do processo.

“Nada é tão bom que não se possa melhorar, sendo assim mantenha-se antenado.”
Como sabemos, só se controla o que se pode Medir, ou seja, identificar uma forma tangível (de forma numérica, por exemplo) a saída dos processos.
Organização e Gerenciamento de Processos
Para identificar seus processos, desempenho e manter seu negócio/área/setor tenha as melhores pessoas ao seu lado e de preferência melhores que você para o desenvolvimento contínuo.

Seja líder e um bom líder conduz, ouve, participa, deixa participar, desenvolve, estuda, aprimora e estuda mais, pesquisa, faz leitura, compartilha e contribui para melhoria contínua das atividades/tarefas e de seus colegas de trabalho.

“Lembre-se que não precisa ser “chefe” para ser líder, todos podemos praticar a liderança em vários níveis.”
E isso refletirá automaticamente no produto/serviço que disponibiliza, para seu aprimoramento e consequentemente agregando valor ao já disponível.

Volte a imagem principal desta publicação que o check-list de perguntas/insights mencionados irão colaborar para o início ou andamento de um excelente desempenho operacional a fim de proporcionar ótimos resultados.

Saiba queexistem 3 níveis de gerenciamento:
  1. Gerenciamento pelas Diretrizes;
  2. Gerenciamento da Rotina;
  3. “Gerenciamento” do Caos/Imediatismo.
Se não tem seus processos mapeados, seus indicadores, medidas de desempenho sendo acompanhados, você gerencia o caos.
Não confunda uma tarefa recorrente com gerenciar uma rotina, não se engane e se pergunte como pode medir e indicar seu trabalho diário/curto prazo/médio prazo/longo prazo. Só assim para tomarmos decisões estratégicas de como proceder.
Busque a excelência e qualidade em tudo que faz, em toda e qualquer atividade que cada dia contribui para construção de sua carreira. Então cuide do que ninguém pode tirar de VOCÊ: sua capacidade analítica, estratégica, sistêmica, de liderança, seus valores e propósitos. Independente do ramo de negócio em que atue, levará consigo cada experiência, pensamento, conhecimento, técnicas e habilidades que executa e aprende a cada dia.
Leia Mais

O Peso de paver tem correlação com sua resistência?



Façamos um estudo para a verificação de: peso de pavers está correlacionado com resistência?

Fixemos os seguintes dados:

A% = água/materiais secos= água / (peso agregados + C) = 7%  (C= teor de cimento)
 densidade dos agregados na mistura = 2.60 t/m3
densidade do cimento= 3.10 t/m3
densidade da água=1 t/m3
volume de ar na mistura=20litros

Digamos que se tenha 3 fabricantes e cada um utilize um teor diferente de cimento:

com os consumos de : 300kg/m3  350kg/m3 e 400kg/m3

Pelos volumes absolutos temos que:

C/3.1 + agreg/2.60 + agua = 1000-20

substituindo inicialmente  C=300 teremos:

0.385agregados + água= 883.23

como temos:

 água= 0.07*C + agreg *0.07 substituindo teremos:

0.385 agregados +0.07 agregados + 300*0.07 = 883.23  onde agregados= 1.899 kg

logo o teor de  água = 1899*0.07+300*0.07 = 153.93 litros

a densidade do concreto verde será = 1899+300+154 = 2353 kgs

Se fazendo as mesmas contas para os teores de cimento de 350 kg/m3 e para 400 kg/m3 teremos a seguinte tabela:


Analisando vemos que:

1- Uma variação de 50 kg/m3 no consumo de cimento altera apenas aproximadamente 8kg/m3 na densidade do paver para estes 3 fabricantes.

2- Como para teores de umidade do concreto na ordem de 7%,  sabe-se que o concreto se comporta obedecendo a lei de Abrams (a/c versus resistências) e  agora observe que a variação de a/c é representativa mas a variação de densidades é muito baixa para se fazer uma correlação de pesos de pavers versus resistências. Logo os 3 fabricantes irão obter valores de resistências bem diferentes mas com densidades praticamente idênticas, veja abaixo os respectivos pesos para um paver de 10x20x6=0.0012m3

fabricante de consumo 300kg/m3>>> 2.82 kg
fabricante de consumo 350kg/m3>>> 2.83 kg
fabricante de consumo 400kg/m3>>> 2.84 kg

3- As variações de densidade para um determinado traço idêntico (teores iguais de cimento+agregados+água+aditivo) significam que deva estar existindo problemas de ajustes no equipamento e citarei estas causas em um nova publicação.

Sabe-se que a maioria dos fabricantes deste artefato não possui sensores de umidade em sua linha de produção e portanto para esta maioria o teor de água varia, mas será representativo a variação de resistência para uma pequena variação do teor de umidade do concreto verde? isto será demonstrado também em uma próxima publicação.

Como conclusão devemos sim no inicio de uma produção verificar a densidade verde do concreto do paver para que fique próximos aos valores encontrados (para o seu teor de cimento utilizado) e com isso se estabeleça o peso limite para o  qual se obtenha a resistência desejada.

Refaça as contas com as densidades de seus agregados e aglomerantes), e concluindo:  nunca devemos correlacionar pesos de paver versus resistências com teores de cimento diferentes.


 Eng Ruy Serafim de Teixeira Guerra





Leia Mais

Ops ...Operação erradas com Caminhões Betoneiras (1)

Nada como se aprender com erros que acontecem no dia a dia. Veja as fotos e vídeos abaixo e tire as suas conclusões:

este vídeo é de http://www.asmaquinaspesadas.com/


as fotos abaixo são do instagram de :
https://www.instagram.com/spare_parts_for_concrete_pump/















Leia Mais

Concreto translúcido abre um novo mundo de Design

Uma referência ao "concreto" primeiro pensamento armazém industrial foi o vento, cor monótona, iluminação maçante. Este artigo descreve o "concreto translúcido", a luz pode ser diretamente através do meio, como o brilho da mesma. material fotocondutor é usualmente adicionado ao concreto, tipicamente fibras, de modo que a luz pode ser refractada através do material de guia de luz através dos tijolos.








componente transparente concreto do bloco por fibras concreto e vidro comuns, de modo que este novo concreto pode ser transmitida luz. É pelo arquitecto húngaro Aron Roseau Nicky a invenção rapidamente se espalhou através da exposição na indústria.


De acordo com o arquiteto mesmo diz, a inspiração vem do concreto e transparente em Budapeste viu uma obra de arte, ele é feito de vidro e concreto comum para fazer, esta combinação o inspirou.
Arquiteto que ele começou a desenvolver em 2001, obteve as patentes para todos os tipos de construção civil.




Expo Shanghai 2010 ", o translúcido Pavilhão Italiano" 

Italcementi Grupo equipe de arquitetos com uma resina especial para o Pavilhão Italiano criou um "cimento transparente", que permite que a luz para a sala em frente, de modo que a parede inteira olha como uma janela gigante.

Este material é conhecido como "i.light", enfrentam dezenas de pequenos furos, pode não afetar a integridade estrutural, permitindo a passagem de luz.Esses buracos apenas 2-3 mm de largura, por isso, se visto de certos ângulos ou à distância, eles quase não se vê qual é a diferença com o concreto comum.




E Albert Abutov desenhador FIBROTRANS concreta entre os quartos e casas de banho, este isolamento semi-aberto é o que as necessidades do hotel, exposição à luz solar durante o dia através das paredes da casa de banho, enquanto os negócios com as luzes do banheiro iluminar quarto escuro.







Leia Mais
 
Clube do Concreto | by TNB ©2010