Arcos, abobodas e cupulas

14 de outubro de 2013

Gaudi
....La base de todo raciocínio es la regla de tres, la proporción matemática, el silogismo. El hombre debe recurrir a estos medios; primero supone el conocimiento de una cosa para encontrar otra que le sirva de base firme. Primero avanza un pie y luego el otro. Un problema de muchas incógnitas debe resolverse por partes. El hombre se vale de dos cosas conocidas, comparadas entre sí, para deducir la relación desconocida entre otras dos; es la proporción <>.” (Conversaciones con Gaudi - Cesar Martinell Brunet - Ed. Punto Fijo, 1969).

O Mecanismo Estrutural

É comum vermos nos livros que tratam de cálculo estrutural, a representação de vigas, lajes e pilares por linhas sem espessura, sujeitas a momentos e a deformações elásticas e que conduzem à soluções matemáticas bastante abstratas para mentalidades mais visuais como a dos arquitetos e designers, quando sabemos que para qualquer material resistir à alguma força é indispensável que tenha massa e sempre uma parte deve resistir à tração e outra à compressão. Através de desenhos mais condizentes com os mecanismos que são acionados para que os elementos estruturais resistam às forças e utilizando uma parte da matemática mais visual que é a geometria vamos caminhar para a resolução dos nossos problemas estruturais, com mais tranqüilidade. O desenho ao lado mostra um



0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são muito bem vindos e importantes, mas assine com seu Nome/URL, onde trabalha e de qual estado/cidade você é.

 
Clube do Concreto | by TNB ©2010