Como receber blocos de concreto

12 de dezembro de 2013

Procedimento ajuda a garantir que as peças entregues na obra estejam inteiras e nas dimensões corretas

Reportagem: Gisele C. Cichinelli
Fotos: Marcelo Scandaroli
Para que se obtenha o máximo das vantagens oferecidas pelas paredes de alvenaria de blocos de concreto, é imprescindível que o material utilizado obedeça às características estabelecidas em projeto. O correto recebimento desses blocos no canteiro, portanto, deve garantir que o produto entregue está de acordo com o que foi especificado e comprado.
No canteiro, quem gerencia os blocos de concreto a serem utilizados na construção é o engenheiro de obra. O controle prévio garante a qualidade desses elementos e evita desperdícios de material, como a argamassa, por exemplo. Já a etapa de recebimento é de responsabilidade do profissional de almoxarifado, que deve ser treinado para receber corretamente os diversos materiais, incluindo os blocos.
Um dos erros mais comuns cometidos durante essa etapa é a falta de verificação das informações da nota fiscal e da identificação dos lotes recebidos. "A avaliação visual rigorosa, com a verificação da presença de blocos quebrados, com arestas danificadas e com falta de homogeneidade, infelizmente, ainda é feita em poucas obras", observa o engenheiro Cláudio Oliveira, gerente nacional de indústria e inovação da Associação Brasileira de Cimento Portland ­(ABCP). Como consequência, o recebimento de blocos danificados e com defeitos irá acarretar prejuízos financeiros e retrabalhos, além de risco de patologias na edificação. Todos os blocos recebidos com defeito podem ser recusados e devem ser repostos pelo fabricante. "Já os danos causados no transporte interno ou no armazenamento na obra não são de responsabilidade do fornecedor, o que torna a necessidade de cuidado durante o recebimento ainda maior", completa.
 DICAS ÚTEIS
» Os blocos de concreto são entregues sempre paletizados. Por isso a obra deve disponibilizar de meios e equipamentos para descarregar os paletes, como gruas, empilhadeiras, etc.;
» Tenha no canteiro um espaço reservado para a armazenagem, separando os blocos por tipos e classes de resistência;
» Facilite o acesso do caminhão, a descarga e o transporte do material.
» Eleja um responsável que fará as verificações para o recebimento;
» Em uma descarga adequada, a quebra de muitas peças indica blocos com resistência mecânica insuficiente. Nesses casos, acione o fabricante.
Fonte: Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP).
 Procedimentos ao receber o material
O engenheiro da obra faz o controle prévio desse material por meio de uma planilha dividida por dia e contendo informações sobre quais os tipos de blocos e suas medidas, quantidades necessárias para cada andar, quantos caminhões e com quantos blocos e paletes chegarão à obra.

Fotos: Marcelo Scandaroli
Para facilitar a descarga, o ideal é que o caminhão se posicione dentro do canteiro de obras. A chegada do material por etapas otimiza seu armazenamento.

Fotos: Marcelo Scandaroli
Após a entrada do caminhão no canteiro, confira o número de paletes e de blocos.

Fotos: Marcelo Scandaroli
Selecione aleatoriamente uma mostra de dez peças do lote para conferência. A verificação deverá ser realizada visualmente antes e durante o descarregamento. Os blocos devem ser homogêneos, compactos, ter os cantos vivos, sempre livres de trincas e imperfeições que possam prejudicar o assentamento ou afetar a resistência e a durabilidade da construção.

Fotos: Marcelo Scandaroli
Posicione os blocos selecionados em uma superfície firme e lisa, dispondo-os um ao lado do outro. Com o auxílio de uma trena, confira o comprimento. Os blocos utilizados neste passo a passo possuem 39 cm de comprimento, portanto, os dez blocos enfileirados devem chegar a 3,90 m, com tolerância de 0,3 cm por bloco.

Fotos: Marcelo Scandaroli
Para conferir a largura, posicione os blocos - de 19 cm de largura cada - lado a lado novamente. Certifique-se de as dimensões atinjam aproximadamente 1,90 m, com tolerância de 0, 3 cm para cada bloco.

Fotos: Marcelo Scandaroli
Por fim, confira a altura dos blocos, que também deve atingir 1,90 m com tolerância de 0,3 cm por bloco.

Fotos: Marcelo Scandaroli
Faça a conferência da nota fiscal. Preencha a ficha de verificação com os dados do fornecedor, obra, quantidade de material e data de entrega.

Fotos: Marcelo Scandaroli
A nota deve receber um carimbo padrão, de acordo com os procedimentos internos de cada empresa. Nele, dados como pontualidade da entrega, qualidade do produto, documentação, certificações e aferições e atendimento são avaliados.

Fotos: Marcelo Scandaroli
Os paletes são transportados um a um para os andares indicados na planilha do engenheiro de obras.

Fotos: Marcelo Scandaroli
Nos pavimentos, os blocos serão distribuídos e armazenados próximos de onde serão utilizados. Evite colocar muitos paletes juntos para não sobrecarregar a laje. Posicione-os com espaçamentos, de modo a permitir que o transportador hidráulico seja manobrado.

Fotos: Marcelo Scandaroli
 Apoio técnico: Vilmar Amaral Guedes, chefe de almoxarifado, e Fernando Henrique Lima Batista, engenheiro da Porte Construtora.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são muito bem vindos e importantes, mas assine com seu Nome/URL, onde trabalha e de qual estado/cidade você é.

 
Clube do Concreto | by TNB ©2010