Empreendedor cria massa colante que substitui o cimento na construção civil

21 de maio de 2014

Publicado em:

http://revistapegn.globo.com/Noticias/noticia/2014/05/empreendedor-cria-massa-colante-que-substitui-o-cimento-na-construcao-civil.html

Dono de uma empresa de revestimentos, o químico Sergio Wicher desenvolveu essa tecnologia para agilizar o serviço em campos de obra

Por Fabiano Candido com Marina Salles
Massa colante sendo aplicada com uma manga para rechear bolos (Foto: Divulgação)


Quem usa cimento sabe da sujeira que o produto faz e do tempo que ele leva para secar. Com o objetivo de minimizar esses efeitos comuns a qualquer obra, um empreendedor do sul do país criou a Wall-Fix, massa colante que promete substituir o tradicional insumo usado na construção civil. O inventor da nova tecnologia é Sergio Wicher, dono de uma empresa de revestimentos em Curitiba.

O empreendedor teve a ideia de criar a massa após um boato que circulou pela capital do Paraná: um senhor que teria guardado restos de materiais de construção em um depósito e, depois de algum tempo, teria encontrado tijolos colados.

De acordo com o que se sabe da história, o material colante seria uma espécie de textura que não permitia desgrudar os tijolos de forma alguma. Curioso com o assunto, Wicher decidiu testar novas fórmulas e desenvolveu em sua fábrica a massa colante. A Wall-Fix vem pronta para usar e, segundo o criador, é de fácil aplicação.

Aplicada com o uso de uma manga de confeiteiro, como as usadas para rechear bolos, a massa colante é disposta em dois “cordões” por cima dos tijolos. Uma vez acertado o nível, ela seca em até 24 horas. A agilidade de aplicação permite que o tempo médio para finalizar obras em geral seja até 40% menor do que o necessário quando o insumo para assentar tijolos é o cimento, afirma Wicher.

De acordo com ele, uma das experiências mais interessantes foi a de uma construtora que propôs aos seus empreiteiros fazer a construção de dois prédios usando a nova tecnologia. “Um deles aceitou e outro não. Os que optaram pela Wall-Fix levantaram o prédio com apenas dois funcionários. A outra equipe levou o mesmo tempo para terminar a obra, mas realizou o trabalho em oito pessoas”.


O produto foi certificado pelo Instituto Falcão Bauer, entidade sem fins lucrativos que qualifica produtos e serviços principalmente no que se refere a segurança, saúde e preservação do meio ambiente. A Wall-Fix também é homologada pela Caixa Econômica Federal, o que abre espaço para sua utilização em projetos do governo como o Minha Casa Minha Vida.


Wicher afirma que o diferencial da marca em relação às concorrentes é a flexibilidade do produto quanto à secagem em diferentes temperaturas e níveis de umidade do ar. “Do Norte ao Sul do país tivemos boa aceitação”.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são muito bem vindos e importantes, mas assine com seu Nome/URL, onde trabalha e de qual estado/cidade você é.

 
Clube do Concreto | by TNB ©2010