Mapa mental (1)

15 de maio de 2014

Sempre fiz estes mapas em rascunho, e ensinei a muitos que comigo trabalharam a fazer também.

Aprendi a fazer com um tio meu, Pepeu, que também foi meu professor na Faculdade Veiga de Almeida, no Rio de Janeiro.

Ele me dizia que tudo na vida é regido por: Planejamento, Execução e Controle, depois o famoso feedback.
Agora temos ferramentas para isto, basta saber escolher. realmente esta ferramenta de Mapa Mental 

Estou baixando o FreeMind:

ou


Fazendo no papel: 

Aprenda a fazer um mapa mental e nunca mais se perca

É muito mais fácil aprender, memorizar, avaliar ou decidir algo quando as ideias estão organizadas e nos dão uma visão de conjunto, não é verdade? Pois é, mas é preciso saber fazê-lo. Que o diga o psicólogo inglês Tony Buzan , idealizador dos "mapas mentais", utilizados hoje em todo o mundo para os mais variados efeitos.

Mas, o que são e para que servem os mapas mentais?


Basicamente, os mapas mentais são diagramas que se constroem a partir de uma ideia central que se ramifica para outras ideias secundárias, com recurso a palavras-chave, imagens e ícones de diferentes cores, elaborados numa simples folha de papel ou em programas de computador próprios, como o iMindMap ou o DropMind.

Com esta técnica conseguimos identificar a informação mais relevante sobre um dado assunto ou realidade num só gráfico e ainda relacioná-la entre si, sendo possível analisar a situação em diferentes perspetivas e encontrar vários caminhos e soluções. Além disso, os elementos que compõem os mapas mentais despertam em nós tanto as associações lógicas como as emoções, mantendo os dois hemisférios cerebrais ativos.Podemos usar os mapas mentais para preparar uma reunião, estruturar uma palestra, fazer o resumo de um livro, gerir o tempo, organizar um evento, planear umas férias... enfim, para organizar as nossas atividades diárias e facilitar a nossa vida pessoal e profissional.


Sete leis para elaborar um mapa mental


Um mapa mental tem de ser claro, preciso e visualmente atraente para que cumpra a sua função. De acordo com o seu autor, Tony Buzan, um mapa mental deve ser elaborado tendo por base as seguintes leis:

1. Iniciar no centro da página, utilizando-se para o efeito uma folha branca na horizontal;

2. Usar uma imagem para representar a ideia central;

3. Usar cores diferentes para representar diferentes ideias/tópicos;

4. Ligar a ideia/imagem central aos tópicos/ideias principais e estes aos subtópicos/ideias secundárias através de ramificações;

5. Fazer com que as ramificações fluam organicamente e em curvas;

6. Usar apenas uma palavra-chave por linha;

7. Usar imagens ou ícones para ilustrar ideias/tópicos.

Agora, resta passar à ação....

por enquanto é só

Eng Ruy Serafim de Teixeira Guerra

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são muito bem vindos e importantes, mas assine com seu Nome/URL, onde trabalha e de qual estado/cidade você é.

 
Clube do Concreto | by TNB ©2010