Viga

6 de fevereiro de 2016

Explicação do funcionamento sobre viga de concreto do prof engenheiro Roberto Massaru Watanabe:


A VIGA é o componente estrutural horizontal de uma direção que tem como finalidade transferir as cargas das lajes para os pilares.

Figura 7: Vista em corte de uma viga recebendo uma carga atuante uniformemente distribuída p1 e as reações de apoio R1 e R2.
estrutura5.JPG (13757 bytes)

Todas as cargas atuantes, representada pelos diversos p1, estão sendo equilibradas pelas reações R1 e R2.

Da mesma forma que as lajes, as vigas podem ter um apoio simples e também pode ter um apoio engastado.

A posição exata dos ferros, a sua bitola e as suas quantidades devem ser calculadas por um profissional habilitado.

Apenas como curiosidade, apresentamos um desenho com as armaduras "positivas" (em azul claro) e "negativas" (em amarelo) posicionadas em uma viga engastada nas duas extremidades. O desenho apresenta também o diagrama do Momento Fletor.

Figura 8: Vista em corte de uma viga com a armadura positiva e a armadura negativa e também o desenho da linha do Momento Fletor
que é difetertne da linha apresentada na figura 6 pois neste caso a viga é "engastada" nas duas extremidades e não simplesmente apoiada.

estrutura6.JPG (18017 bytes)
A preocupação principal do calculista é analisar o que acontece numa seção transversal genérica. Devido ao peso das coisas, uma seção transversal tem uma tendência de "quebrar", isto é, abrir na parte de baixo. Disso resultam dois tipos de zonas, uma que chamamos de zona comprimida e outra que chamamos de zona tracionada.
Figura 9: Vista em corte da seção mais solicitada da viga, mostrando que no limite da resistência
há uma zona comprimida (na parte de cima da viga) e uma zona tracionada (na parte de baixo da viga).

estrutura7.JPG (13636 bytes)
Na Zona Comprimida, os esforços atuantes tendem a "esmagar" o concreto. Caso as tensões aplicadas nessa zona ultrapassem a resistência à compressão do concreto a peça vai esmagar. Para evitar isso, a seção transversal pode ser aumentada (a peça vai ficar mais grossa) ou podemos escolher um concreto de maior resistência à compressão.

Na Zona Tracionada, os esforços atuantes tendem a "abrir" o concreto. Como o concreto não resiste a esforços de tração, colocam-se armaduras para absorver esses esforços de tração. É por isso que se colocam ferros na parte de baixo da viga.

As vigas descarregam seus esforços nos pilares. Em outras palavras, toda a carga que a viga recebe das lajes e também seu próprio peso, são transferidas para os pilares.
 Link desta publicação logo abaixo mas não deixe de visitar o seu site :
http://www.ebanataw.com.br/roberto/concreto/conc7.htm

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são muito bem vindos e importantes, mas assine com seu Nome/URL, onde trabalha e de qual estado/cidade você é.

 
Clube do Concreto | by TNB ©2010