Sinergia

29 de abril de 2013


Para se de iniciar um ciclo de produção devemos saber qual a capacidade dos componentes humanos, como esta mão de obra se caracteriza dentro de sua fábrica, se esta é autodestrutiva onde 1+1<2, se é estática onde 1+1=2 ou se ela é sinérgica onde 1+1>2. É lógico que não se pode trabalhar com componentes humanos autodestrutivos ou estáticos, deve-se ter pessoas que  interagindo, formando um grupo onde um todo é maior que a soma das partes. Também é lógico de que não adianta ter equipamentos caros e sofisticados se o grupo não for sinérgico, a produtividade de equipamentos automatizados cai a níveis de equipamentos com pouca automatização, portanto um grupo sem sinergia não irá gerar lucros, para se retroalimentar o sistema.



Fica agora uma pergunta de como se ter uma mão de obra sinérgica? Para tanto basta ter um patrocinador para esta mudança e o seu agente de mudança, este que irá comandar a implantação da mudança. Esta deve ser a posição dos gerentes de fabrica, ou dos chamados encarregados de turma, ou outros. Procura-se então um modelo que é o relacionamento entre indivíduos com esforço comum para se alcançar um Objetivo. O Objetivo será sempre comum para este grupo sinérgico.


Existem vários exemplos que servem de exemplo, como o disposto a seguir: uma orquestra sinfônica onde o objetivo é a execução de uma mesma obra musical, todos estão comprometidos com esse objetivo comum, cada músico tem conhecimento da partitura musical sabendo qual o seu papel e do momento certo de tocar, os conflitos de personalidade foram superados, as falhas são rapidamente identificadas e o responsável as corrige. Há confiança e credibilidade no regente e por fim os aplausos como reconhecimento pelo trabalho bem executado.


Para alcançar uma sinergia autentica, ela deve ser construída com a participação de todos na empresa, deve-se procurar formação destes grupos sinérgicos.


Existem muitos exemplos de sinergia dentro de uma fabrica de artefatos de cimento:

 Setor de: produção/manutenção, comercial/produção, administrativo/produção.

 Setor de produção: dentro da própria linha de frente dos diversos equipamentos.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são muito bem vindos e importantes, mas assine com seu Nome/URL, onde trabalha e de qual estado/cidade você é.

 
Clube do Concreto | by TNB ©2010