Água - Adicionar água suplementar ao concreto exige cuidados

18 de julho de 2013

Área Técnica, Sobre Concreto 29 de maio de 2013 Quantidade de água acima da prevista em dosagem aumenta a porosidade, diminui a resistência e amplia o risco de patologias
Por: Jorge Aoki, Gerente de Assessoria Técnica na Cia. de Cimento Itambé
A água é um importante componente do concreto e tem basicamente duas funções: provocar a reação de hidratação dos compostos do cimento, com seu consequente endurecimento, e aumentar a trabalhabilidade para que possa preencher adequadamente as fôrmas, sem causar vazios ou nichos. Sob certo aspecto, dá para dizer que a água é tão ou mais importante que o próprio cimento, pois, além das funções citadas, é ela quem determina a dosagem dos aditivos químicos plastificantes a serem aplicados no concreto.

Uma das expressões mais conhecidas pelos tecnologistas de concreto é justamente a relação água/cimento (a/c) que direciona para a resistência pretendida. É fácil perceber que, para se manter a relação constante, é preciso aumentar ou reduzir igualmente os componentes água e cimento. O adicionamento de água além da quantidade estipulada na dosagem pode aumentar o abatimento acima do limite especificado. Embora aparentemente facilite a aplicação, faz com que o volume de vazios dentro da massa do concreto também aumente, diminuindo sua resistência mecânica e comprometendo, muitas vezes, o próprio desempenho da estrutura, facilitando a entrada de agentes agressivos ao concreto.

Em média, e de acordo com a composição química do cimento, a completa reação de hidratação necessita de cerca de 25% de água em relação ao seu peso. O restante dará a necessária condição para que o concreto seja aplicado e sairá da massa por evaporação capilar. Mas desde que a cura não seja feita adequadamente, poderá causar o aparecimento de fissuras – importante patologia provocada em parte pela água suplementar.

Com a evolução dos aditivos superplastificantes, passou-se a exigir um cuidado extra no momento do cálculo da dosagem e da aplicação de água. Os concretos que utilizam estes componentes, em geral recebem pequenas quantidades de água, uma vez que a plasticidade é conseguida através dos aditivos. Caso a perda de água por evaporação seja acentuada, parte do cimento poderá ficar sem a completa hidratação. Nestes casos, além dos cuidados habituais, toda a atenção deve ser dirigida para a cura, no sentido de se garantir uma hidratação adequada.

A NBR 7212/2012 – Execução de concreto dosado em central – Procedimento, em seu item 4.4.4 diz: “Antes do início da descarga, ao verificar que o concreto apresenta abatimento dentro da classe de consistência especificada, não se admite adição suplementar de água. Qualquer adição de água exigida pela contratante exime a empresa de serviços de concretagem de qualquer responsabilidade quanto às características do concreto constantes no pedido. Este fato deve ser registrado no documento de entrega”. Em nota, esclarece que água suplementar é a quantidade de água adicionada ao concreto que ultrapassa a prevista na dosagem. Além disso, recomenda estabelecer em seu item 4.4.3 um sistema rigoroso de controle da água, para evitar ser ultrapassada a quantidade máxima prevista.

A NBR 6118/2007 – Projeto de estruturas de concreto – Procedimento, estabelece também no item 7 – Critérios de projeto que visam a durabilidade, uma correlação entre a relação água/cimento e a resistência à compressão. Na tabela 7.1 estão os valores máximos da relação a/c em função das classes de agressividade ambiental e tipo do concreto. São cuidados abrangentes, com o objetivo de reduzir a porosidade do concreto e preservar sua vida útil. A adição suplementar da água além da prevista na dosagem, altera a relação a/c, prejudica a resistência e aumenta a porosidade.

Esta importante relação, e todos os cuidados apontados, estabelece uma dependência, para as estruturas, entre os dois materiais mais utilizados no mundo: a água, em primeiro lugar, e o concreto – este, o material de construção mais usado no planeta.
Jornalista responsável: Altair Santos – MTB 2330
 http://www.cimentoitambe.com.br/adicionar-agua-suplementar-ao-concreto-exige-cuidados/
 
Clube do Concreto | by TNB ©2010