Chapmam- Determinação da Umidade Superficial em Agregado Miúdo (NBR 9775:1987)

16 de julho de 2013


1. INTRODUÇÃO
Umidade é a água aderente na superfície dos grãos do agregado. Esta água deve ser
medida para corrigir a quantidade de areia no traço e descontar da água de amassamento
assim confirma a relação água/cimento com exatidão do concreto ou argamassa.

2. APARELHAGEM
a) Balança de capacidade mínima de 1kg e sensibilidade < 1g,
b) Frasco de Chapman conforme especificado na NBR 9775,
c) Espátula para manuseio da amostra,
d) Recipiente para coleta de amostra.

3. AMOSTRA
a) A mostra de 500g de material úmido destinado ao ensaio deve ser coletada no depósito
em vários pontos procurando uma porção bem representativa.
b) Entre a coleta de amostra e a pesagem deve ser o mais rápido possível para evitar perda
de água por evaporação.

4. ENSAIO
a) Coletar água no frasco até a divisão de 200 cm³ e deixar em repouso até que a água

aderida nas paredes interna escorra totalmente. Em seguida, introduzir cuidadosamente
500g de agregado miúdo úmido no frasco, o qual deve ser devidamente agitado para
eliminar todas as bolhas de ar.
b) A Leitura do nível atingido pela água no gargalo do frasco indica o volume, em cm³ da
água mais o agregado úmido. As faces internas das paredes devem estar limpas e sem
grãos aderentes.

5. RESULTADOS
A umidade superficial no agregado miúdo expressa em porcentagem da massa do material
seco será calculada pela expressão:


 
Clube do Concreto | by TNB ©2010