Fissuras e Juntas de pisos industriais - Parte3

12 de setembro de 2013


3.2 Juntas Longitudinais

3.2.1 Juntas longitudinais de articulação

As juntas desse tipo são empregadas para o controle das fissuras longitudinais devidas ao empenamento da placa de concreto; podem servir, ao mesmo tempo, como juntas de construção, conforme descritas mais adiante.

O espaçamento das juntas longitudinais de articulação depende da grandeza das tensões devidas ao empenamento. Conforme já dito, a quantificação dessas tensões é problemática e imprecisa e, por isso, busca-se na prática a fixação das distâncias recomendadas como admissíveis ou adequadas.

A observação de pavimentos de concreto executados sem juntas longitudinais evidenciou o aparecimento de uma ou mais fissuras longitudinais toda vez que a largura da placa atingia um valor igual ou superior a 4,0 m, ou pouco mais, o que leva à recomendação de uma distância entre juntas longitudinais de 3,75 m, no máximo (ver Figura 5). Deve-se levar em conta que espaçamentos muito menores do que o indicado (por exemplo, uma distância de 3,00 m entre as juntas longitudinais) não permitem o uso das fórmulas de cálculo que consideram a carga de projeto na borda da junta transversal, sem que se verifique a influência da diminuição de largura da placa nas tensões de tração na flexão. Um espaçamento absolutamente adequado para pavimentos rodoviários é de 3,5 m a 3,6 m.
O esquema de juntas longitudinais de articulação típicas está mostrado na Figura 8.



FIGURA 8 - Junta longitudinal de articulação: encaixe (a) e seção enfraquecida (b)



3.2.2 Juntas longitudinais de articulação com barras de ligação (ou ligadores)

Esse tipo de junta é empregado nas mesmas funções da junta longitudinal de articulação. A presença do dispositivo de ligação é justificada quando há necessidade de se manter as faixas de tráfego livres de possíveis movimentos laterais e assegurar que, unidas, possibilitem a transferência de carga pela entrosagem dos agregados ou pelo encaixe (macho-fêmea).

As considerações que regem o espaçamento desse tipo de junta longitudinal são as mesmas desenvolvidas para o caso anterior, O dispositivo de ligação é calculado para resistir à força de atrito entre a junta considerada e a junta ou borda livre mais próxima dela. A fórmula usada é:


em que:

As = área de aço necessária por metro de comprimento da junta considerada, cm2/m;
b = distância entre ajunta considerada e ajunta ou borda livre mais próxima dela, m;
f = coeficiente de resistência entre a placa e o subleito ou sub-base, geralmente tomado como 1,5;
Yc= peso específico do concreto, igual a 24000 N/m3
h = espessura de placa, m;
S = tensão admissível no aço, em geral 2/3 da tensão de escoamento, MPa.

O comprimento da barra de ligação, para assegurar a necessária aderência ao concreto, e considerando uma tensão máxima de aderência aço-concreto de 2,45 MPa, é dado por:



onde:


£ = comprimento de uma barra de ligação, cm;
d = diâmetro da barra de ligação, cm;
tb= tensão de aderência entre o aço e o concreto, em geral tomado igual a 2,45 MPa;
7,5 = margem para prever possível descentralização da barra, cm.


A junta longitudinal de articulação com barras de ligação é mostrada na Figura 9.
FIGURA 9 - Junta longitudinal de articulação com barras de ligação: seção
enfraquecida (a) e encaixe (b)

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são muito bem vindos e importantes, mas assine com seu Nome/URL, onde trabalha e de qual estado/cidade você é.

 
Clube do Concreto | by TNB ©2010