Lajes com esferas plásticas (5)

11 de setembro de 2013


Sistema Prenova de Construção

Interessado em desenvolver um sistema construtivo baseado nos sistemas estruturais da natureza, Ricardo Levinton, arquiteto argentino, pesquisou durante 40 anos a composição estrutural de ar dentro de ossos e esqueletos. A longa pesquisa resultou num sistema tecnológico para construção de lajes sem vigas, mais leves e econômicas.


Assim, através de esferas e discos compostos na estrutura da laje, o sistema garante uma economia de 30% de concreto e 20% de aço, chegando a pesar 65% de um edifício que utiliza técnicas tradicionais da construção. O cálculo estrutural para implantação do PRENOVA é igual à de uma laje maciça sem vigas, porém mais eficiente, reduzindo o uso de pilares na obra.


As esferas e discos criam bolhas de ar dentro da laje, criando um sistema estrutural alveolar, assim, a cada 10.000 m² construídos economizam-se 1.000m² de concreto, fazendo deste um sistema eficaz e econômico.



Espessura variável para luzes livres de 5 a 16 m.


De 15 cm a 28 cm

Lajes com discos


De 28 cm a 42 cm

Lajes com esferas


Um método patenteado de construção consistindo em placas de concreto armado sem vigas, iluminadas com esferas plásticas ou discos.

Gera grandes economias reduzindo o consumo de concreto em até 30% e aço em 20%. Por sua vez, garante a plasticidade necessária para absorver cargas estáticas e dinâmicas, como carga sísmica e força do vento, através da colaboração entre paredes de fachada, lajes e núcleo.

O comportamento estrutural e o método de cálculo utilizado para as lajes de Prenova são idênticos aos de uma laje sólida. Está provado, por testes de carga in situ (ver relatório ITH), uma maior resistência à flexão e à deformação em relação às lajes sólidas, devido à redução do próprio peso.

Aplicações


Pavilhões Mezzanine e Telhados


Plateas




O material utilizado é um produto residual que contamina o meio ambiente. Nós reciclamos para produzir esferas e discos, que são perdidos dentro da massa do concreto.



Para mais informações clique aqui.





0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são muito bem vindos e importantes, mas assine com seu Nome, onde trabalha e de qual estado/cidade você é.

 
Clube do Concreto | by TNB ©2010