Cimento portland – Determinação da pasta de consistência normal - NBR NM 43 (2003)

15 de outubro de 2013


COMENTÁRIOS
Pasta de consistência normal é toda aquela preparada com uma quantidade de água suficiente para lhe proporcionar uma consistência padrão. Ela é normal quando a sonda de Tetmajer do aparelho de Vicat penetra na pasta até uma distância entre 5 e 7 mm do fundo.
O valor do ensaio é apresentado em termos de relação a/c em porcentagem. Indica o quanto um cimento irá demandar água para produzir um concreto trabalhável. Quanto maior for esse valor (acima de 48 %) maior será a demanda de água do concreto. É utilizado para o ensaio de determinação dos tempos de início e fim de pega do cimento (NBR NM 65:2002).

APARELHAGEM
- Misturador;
- Balança;
- Aparelho de Vicat;
- Cronômetro;
- Sala climatizada com temperatura entre 18 e 22 oC.

PROCEDIMENTO
- Pesar 500 + 0,5 g de cimento. Pesar a massa de água da primeira tentativa com precisão de 0,5 g (recomenda-se iniciar com a/c = 0,48 que é o valor do ensaio de resistência do cimento).
- Colocar toda a água na cuba do misturador. Com o misturador parado colocar o cimento sobre a água e deixar em repouso por 30 s.
- Ligar o misturador, misturar por 30 s em velocidade lenta e desligar.
- Em 15 segundos raspar as paredes da cuba e pás do misturador com espátula de borracha transferindo esse material para a massa de mistura.
- Ligar o misturador em velocidade rápida pelo tempo de 60 s.
- Encher rapidamente o molde do aparelho de Vicat montado sobre sua base, com auxílio de uma espátula metálica, e rasar a superfície com movimentos de vai e vem sem comprimir a pasta. A operação de enchimento do molde pode ser facilitada sacudindo-o suavemente.
- Colocar o conjunto sobre a base do aparelho de Vicat, centrar o molde sobre a haste, descer a haste até que entre em contato com a superfície da pasta. Fixá-la nesta posição por meio do parafuso.
- Soltar a haste após 45 s do término da mistura.
- A pasta é considerada como tendo consistência normal quando a sonda pára a uma distancia entre 5 e 7 mm do fundo da base.
- Caso não se tenha obtido a consistência normal deve-se preparar novas pastas, com outros teores de água, utilizando-se novas porções de cimento, até se obter a pasta de consistência normal.

RESULTADO
Calcula-se a porcentagem de água (A) necessária à obtenção da consistência normal da pasta de cimento, utilizando a fórmula:

A = ma /mb .100

onde,
ma = massa de água utilizada para obtenção da consistência normal, em g;
mb = massa de cimento utilizada no ensaio, em g.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são muito bem vindos e importantes, mas assine com seu Nome/URL, onde trabalha e de qual estado/cidade você é.

 
Clube do Concreto | by TNB ©2010