Requisitos quanto a granulometria para uma mistura (3)

29 de outubro de 2013


É exigido que o agregado sempre viesse a ocupar o MAIOR VOLUME RELATIVO possível, isto por causa do custo, haja visto, que o custo do agregado é menor do que o custo da pasta. Ainda existem muitos leigos que utilizam menor teor do agregado graúdo por que dizem que o custo do agregado graúdo (brita) é superior ao agregado miúdo (areia).

Sabe-se que quanto maior for o volume de partículas sólidas que seja aglomerada em um dado volume, maior será a resistência deste concreto. 

É a teoria de MÁXIMO ADENSAMENTO que levou a Fuller a defender a curva granulométrica de forma parabólica, ou parte parabólica e parte reta como defende Faury. 

É defendido por Adam Neville em seu livro, as faixas granulométricas para concreto do Road Note numero 4. Vejamos a da mistura com dimensão máxima característica- DMC de 20mm.


Estas curvas do Road Note numero quatro foram preparadas para areas específicas de 1,6/2,0/2,5/3,3 metros quadrados por quilo. Foram preparadas para se obter uma boa trabalhabilidade mas ainda não se obteve conclusão a respeito do desempenho das partículas mais finas.

A curva numero 1 é a granulometria mais grossa de todas, sendo relativamente trabalhável podendo ser utilizada para concreto ricos em cimento, restando verificar que não existirá segregação.

A curva numero 4 do outro extremo é de granulometria mais fina entre todas as curvas, sendo bastante coesiva, mas pouco trabalhável A curva que mais exige água é a curva 4, portanto de resistência menor se a relação de agregado/cimento for a mesma. Se for utilizado a curva 4 para mesma resistência do que a curva 1, teremos de utilizar um teor maior de cimento.

No caso de se utilizar granulometria de parte em uma faixa de curva e parte em outra faixa, sempre existirá o perigo de haver segregação quando faltar grãos intermediários. E se houver excesso de nos tamanhos intermediários esta mistura será áspera e será difícil se adensar manualmente e até mesmo com vibração.

Sempre será melhor se utilizar granulometria que se enquadrem dentro das faixas evitando assim qualquer problema.

Eng Ruy Serafim de Teixeira Guerra

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são muito bem vindos e importantes, mas assine com seu Nome/URL, onde trabalha e de qual estado/cidade você é.

 
Clube do Concreto | by TNB ©2010