Cimento e água

26 de novembro de 2013


Temos o cimento como componente mais fino do concreto, quando não exitem adições (microsílica, metacaulim, etc) tem-se uma elevada área específica destas partículas e se tivermos um aumento de seu consumo isto não quer dizer que teremos um aumento proporcional do consumo de água para se manter constante a trabalhabilidade.

Esta ocorrência se deve porque estas partículas do cimento, que são muito finas, funcionam como ROLAMENTOS, fazendo com que se reduza o atrito dos grãos maiores dos agregados permitindo com isto uma maior fluidez da massa do concreto fresco.Este efeito também é obtido quando o cimento é substituído por inertes menores do que 0.15 mm.

Principais influencias do cimento ou dos inertes no concreto fresco:
  1. A plasticidade aumenta quando a relação a/c cresce;
  2. Se tiver um aumento de consumo de cimento e se mantivermos o fator a/c constante iremos ter um favorecimento da plasticidade e temos um aumento de coesão deste concreto fresco com uma redução de sua segregação;
  3. A exsudação diminui quando o consumo de cimento aumenta;
  4. Pode-se corrigir uma consistência deficiente do concreto fresco devido a formas ou textura defeituosas dos agregados;
  5. As adições minerais podem favorecer a plasticidade do concreto, pelo fato destas adições serem muito finas e por terem a forma arredondadas.
Fonte: Parâmetros de dosagem do concreto - ET 67 - ABCP

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são muito bem vindos e importantes, mas assine com seu Nome/URL, onde trabalha e de qual estado/cidade você é.

 
Clube do Concreto | by TNB ©2010