Adição indiscriminada de água.

23 de dezembro de 2013

A adição indiscriminada de água que, infelizmente, é um problema recorrente nas obras. Normalmente, ocorre de se decidir por um concreto de slump menor, pensando no custo do concreto isoladamente e quando chega o momento da execução as dificuldades de concretagem aparecem. Ao invés de se interromper o trabalho e se decidir por uma nova formulação, com slump maior, o que acaba ocorrendo é a adição de água para além dos limites da tabela de traço. Este é um tema sempre abordado em treinamentos, procedimentos e relatórios mas, confesso, nunca tinha realizado um experimento específico para medir este efeito. O que eu tinha eram dados teóricos deduzidos de experimentos de laboratório para outros fins.





Então, tomei um concreto fck 30,0 MPa e dele moldei 5 corpos de prova. O primeiro moldei na condição de slump ideal, recém saído do processo de carregamento. Depois, adicionei dosagens de água suplementar diversas, de 10 a 40 litros por metro cúbico de concreto. Na data do treinamento eles estavam com a idade de 12 dias e todos tinham sido mantidos nas mesmas condições até o momento da demonstração. Os resultados dos ensaio de resistência à compressão foram:


Condição
fc12d (MPa)
Agua do traço
27,7
+10 l/m³
24,8
+20 l/m³
22,4
+30 l/m³
22,3
+40 l/m³
19,1

Obviamente este é um teste isolado, feito em um corpo de prova para cada situação e sem suporte para uma análise estatística. Mas cumpriu bem sua proposta, que era sensibilizar para o grave efeito da adição excessiva de água na obra. Salvo o quarto CP, com resultado anômalo, cada 10 L de água custou entre 2 e 3 MPa de resistência. E cada 10 L de água por m³ é apenas o suficiente para elevar o slump do concreto em cerca de 2 cm!

Obs. do administrador: Então como é possível termos o ensaio de slump para receber um concreto? Muuuito cuidado com este ensaio, não se deve adicionar água indiscriminadamente....

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são muito bem vindos e importantes, mas assine com seu Nome/URL, onde trabalha e de qual estado/cidade você é.

 
Clube do Concreto | by TNB ©2010