Passo a passo Vasos de concreto (6)

29 de abril de 2014

Confecção de Vasos de Cimento
Com o auxílio de duas fôrmas metálicas, areia, cimento e um pouco de tempo, é possível fabricar, em casa, dois modelos de vasos de cimento:


Os vasos possuem dois orifícios de drenagem, sendo seu acabamento finalizado de acordo com o gosto de cada um, isto é, pode ficar como na foto acima ou receber uma demão de tinta de cor que se desejar.


As fôrmas foram adquiridas com o amigo Bérgson, da Oficina Bonsai em Macieió/AL. Se houver interesse, qualquer um pode entrar em contato com ele e encomendar. A seguir, com o auxílio do bonsaísta Absair, mostramos a confecção passo a passo de dois vasos.


1ª Parte: Montagem das fôrmas
Primeiro deve-se limpar bem as fôrmas, untando-as em seguida com óleo de motor, queimado. Passe o óleo com um pincel, umedecendo bem, principalmente nas depressões que formarão os pés do vaso:

Em seguida, estando os moldes/fôrmas bem untados com óleo, monte as estruturas.

Observe que a estrutura da fôrma deve ficar bem distribuída e montada da maneira correta, para que as paredes do futuro vaso tenham a mesma espessura.

Fôrmas untadas com óleo de motor, montadas e prontas para receber a massa de cimento:

2ª Parte: Preparação da massa
Primeiro, um balde de três litros e meio de areia grossa lavada de rio, sem peneirar.

Em seguida, um litro e meio de cimento. Misture bem e adicione água, até formar uma massa homogênea e levemente liquefeita.



3ª Parte: Enchimento das fôrmas
Em seguida, com uma vasilha, despeje a massa cuidadosamente na fôrma preenchendo os espaços entre a moldura interna e a externa.

Observe que a distribuição da massa deve ser por igual para que o preenchimento se faça uniformemente. Nessa fase, use um bastão de madeira para dar leves batidas nas laterais da fôrma, visando distribuir melhor a massa.

Fôrma grande totalmente preenchida. Observe que, em instantes, o cimento começa a se acomodar na fôrma, sendo então oportuno que se use uma espátula pequena para retirar o excesso que se deposita no fundo e aplica-lo novamente nas bordas, melhorando o visual do trabalho.

Agora, preenchimento da segunda fôrma, que resultará no vaso menor conforme dito:


Observe as duas fôrmas totalmente preenchidas. Durante a fase em que se despeja a massa, deve-se dar leves batidas nas laterais, para que a massa se acomode melhor.

A quantidade de massa preparada é o suficiente para preencher as duas fôrmas, permitindo a confecção de dois vasos de cada vez. Todo o trabalho foi cronometrado: 45 minutos, tempo gasto para retirar os vasos prontos das fôrmas, limpa-las e unta-las com óleo, preparo da massa e preenchimento das fôrmas. É possível confeccionar até 14 vasos por semana. Um saco de cimento rende até 18 vasos.
4ª Parte: Retirando os vasos das fôrmas
Com uma espátula pequena, raspe o fundo e as laterais externas da fôrma para retirar as sobras e excessos de massa, permitindo a liberação dos parafusos de fixação.

Após soltar os parafusos, a parte interna da fôrma solta-se com facilidade.

Em seguida, vire a fôrma com a parte do vaso voltada para baixo, dando leves pancadinhas nas laterais com um bastão de madeira para soltar o vaso.

Após as batidas com o bastão, poderá se observar que a fôrma solta-se com mais facilidade, liberando o vaso de cimento.

Após retirar a parte fixa da fôrma, usa a espátula para retirar a chapa que sustenta o fundo, bem como as roldanas que forma os orifícios de drenagem.

Vaso maior pronto para ser colocado em local sombreado, arejado, onde irá secar. Após estar seco, deverá ser imerso em água, por dois dias, quando então estará pronto para ser usado.

Inicia-se então o mesmo processo para retirada do vaso menor:
Repare que o colega Absair solta as porcas que prendem os parafusos de fixação. Esses parafusos nas laterais é que mantêm a fôrma estruturada. O parafuso no centro serve para liberar a chapa que molda o fundo do vaso e deve ser acionado por último no processo de retirada.

Pancadas leves com o cabo de madeira do martelo, para liberar a fôrma inteira.

Retirada da cuba interna, mostrando o interior do vaso.

Após inverter a fôrma, posicionando-a com a borda do vaso sobre a bancada de trabalho, dê leves batidas nas laterais com o bastão de madeira, soltando-a. Retire a fôrma e libere a chapa citada antes.

Finalização
Como dito anteriormente, coloque os vasos retirados em local sombreado e ventilado para secarem. Após estarem secos, deverão ser imersos na água por até dois dias, com que estarão prontos para ser utilizados.

Luiz Fernando Martins
Absair de Carvalho
Brasília Bonsai Clube


Fonte: Bonsaifahagi.xpg.com.br

2 comentários:

Isac Souza disse...

GOSTARIA DE COMPRAR A FORMA COMO FAÇO

ruy guerra disse...

Boa noite Isac

Você pode imprimir esta publicação e levar para um caldeireiro para fazer a forma. A ideia do site é mostrar o que se pode fazer com concreto. Não é difícil a sua confecção.

Eng Ruy Serafim de Teixeira Guerra

Postar um comentário

Os comentários são muito bem vindos e importantes, mas assine com seu Nome/URL, onde trabalha e de qual estado/cidade você é.

 
Clube do Concreto | by TNB ©2010