Eflorescência do Concreto (Revisado)

12 de novembro de 2017



Eflorescência:

Em química, eflorescência (francês, "bloom out"), é a perda de água (ou solvente), por cristalização da atmosfera na exposição ao ar formando sal hidratado. 


Eflorescência
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Eflorescências são depósitos cristalinos de cor branca que surgem na superfície do revestimento, como pisos (cerâmicos ou não), paredes e tetos, resultantes da migração e posterior evaporação de soluções aquosas salinizadas. Os depósitos acontecem quando os sais solúveis nos componentes das alvenarias, nas argamassas de emboço, de fixação, de rejuntamento ou nas placas cerâmicas são transportados pela água utilizada na construção, na limpeza ou vinda de infiltrações, através dos poros dos componentes de revestimento. 

Esses sais em contato com o ar se solidificam, causando depósitos. Em situações com ambientes constantemente molhados e com algum tipo de sais de difícil secagem, estes depósitos apresentam-se com uma “exsudação” na superfície, aparentando então a cor branca nas áreas revestidas, comprometendo os aspectos relacionados à estética. Vale ressaltar que as placas cerâmicas e a argamassa possuem vazios em seu interior, como cavidades, bolhas, poros abertos e fechados, e uma enorme rede de microcanais. A água então pode passar para o seu interior por capilaridade ou mesmo por força do gradiente hidráulico





Eflorescência no concreto é um fenômeno muito comum, mas certamente menos compreendido. É um resíduo pulverulento de sais com giz branco e pode ser formado sobre a superfície de qualquer produto que contenha o cimento. Este fenômeno ocorre quando a umidade dissolve os sais de cálcio no concreto e migra para a superfície através da ação capilar. Quando estes sais  atingem a superfície, eles reagem com o gás carbônico CO 2  e evaporam deixando um depósito mineral que nada mais é que o carbonato de cálcio. 

Este resíduo de sal branco pode aparecer em poucos ou muitos lugares, ele também pode ser formado tanto lentamente ou mesmo muito rapidamente; dependendo da quantidade de umidade que tenha para o concreto. 

A eflorescência pode ser induzida a ser iniciada pela chuva, pela a água em pé de paredes, aspersores, por baixas temperaturas, por condensação, pelo orvalho, a água é adicionada à superfície do concreto fresco para a cura, em suma qualquer umidade na superfície porque a água provoca a reação para produzir eflorescência.


A eflorescência não causa problemas estruturais, mas pode ser esteticamente desagradável particularmente em concreto. Este fenômeno não é tão evidente  com  o cimento branco e pode passar despercebido por ter quase a mesma cor da eflorescência. Mas em outras cores específicas, somente um pouco de eflorescência pode ser o pior pesadelo para o empreiteiro e para o dono da obra. 

Em cores escuras específicas, o depósito desses sais pode ter o efeito de evidenciar o seu tom ou descolorir, a eflorescência faz com que pareça rosa, a cor preta pode ser vista como cinza ou até mesmo o branco. A boa notícia é que este fenômeno desaparece com o tempo por conta própria, quando o cálcio livre está esgotado no concreto e a má notícia é que isso pode levar até 15 anos, e, certamente, o proprietário não vai querer esperar tanto tempo.



Fotos onde vários níveis em uma superfície eflorescência onde a cor castanho escuro  é observada.



Remover eflorescência. 

O mais fácil maneira de remover a eflorescência é uma limpeza com o hidróxido de cálcio que se combina com dióxido de carbono. Dissolvido com água suficiente para  ser dissolvido para efetuar uma lavagem, se enxaguando bem a superfície e é claro deverá ser verificado se secou bem, lembrando que a umidade pode causar uma nova formação de eflorescência......rsrsrs


Quando é eflorescência está na fase de formar o carbonato de cálcio, ele torna-se insolúvel e é mais difícil de remover ou mesmo impossível se  usando somente a água. Para removê-lo, nesta fase a primeira coisa que recomendamos é usar soluções ácidas suaves ou um produto comercial para remover eflorescência, você também pode usar uma escova de cerdas bem duras (eles não vai arranhar a superfície) para ajudar a remover estes sais que foram solidificados. Em seguida, é importante enxaguar a superfície para remover qualquer ácido residual ou solução usada para a remoção da eflorescência.



Evite eflorescência

A maneira de evitar a eflorescência ocorra em superfícies de concreto está protegendo a superfície de umidades e isso requer vedação

Uma outra maneira para reduzir e prevenir a formação de eflorescência é a utilização de cimentos pozolânicos para fazer o concreto, porque irá reduzir uma quantidade considerável de hidróxido de cálcio presente no concreto. 

Como foi explicado acima, é simplesmente necessário somente selar o concreto que certamente irá evitar a umidade que pode causar eflorescência.











3 comentários:

Leonardo Costa disse...

o autor do texto nao tem concordancia

Unknown disse...

Realmente a concordância não existe. Parece que foi uma tradução de um texto por meio do Google tradutor ou algo semelhante.

Clube do Concreto disse...

Revisei tudo e corrigi e ampliei o texto.....

Postar um comentário

Os comentários são muito bem vindos e importantes, mas assine com seu Nome, onde trabalha e de qual estado/cidade você é.

 
Clube do Concreto | by TNB ©2010