Cabo de içamento

12 de agosto de 2014

Ao usar cabos de içamento, devem ser seguidas as recomendações do fabricante do guindaste. A carga nominal dividida pelo número de pernas de cabo não deverá exceder 20% da resistência de ruptura do cabo nominal.
O sistema de soquetes (fixação do cabo à manilha) deverá ser realizado da maneira especificada pelo fabricante do equipamento.
Os cabos deverão ser presos ao tambor conforme segue:
a. Pelo menos seis voltas de cabo deverão sobrar no tambor quando o gancho estiver em sua posição mais baixa.
b. A ponta do cabo deverá ser fixada por um grampo firmemente preso ao tambor ou por meio de um sistema de soquete aprovado pelo fabricante do guindaste ou do cabo.
c. A extremidade de um cabo será presa com clipes distribuídos com manilhas - U e deverão ter ao longo do laço na ponta do cabo. O espaçamento e número de todos os tipos de clipes deverão estar em conformidade com as recomendações do fabricante dos terminais. Os terminais deverão ser de aço estampado a quente em todos os tamanhos fabricados comercialmente. Quando um cabo recentemente instalado estiver em operação durante uma hora, todas as porcas nos terminais de cabo deverão ser apertadas novamente.

d. Conexões ajustadas por expansão ou compressão deverão ser aplicadas conforme recomendado pelo fabricante do cabo ou do guindaste.
e. Os cabos de reposição deverão ser do mesmo tamanho, grau e construção que o cabo original fornecido pelo fabricante do guindaste.
f. Normas nacionais e internacionais de segurança exigem que os laços de cabos de aço(estropos) sejam confeccionados com olhal trançado e prensado com presilha de aço
g. Maneira de medir o cabo de aço


0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são muito bem vindos e importantes, mas assine com seu Nome/URL, onde trabalha e de qual estado/cidade você é.

 
Clube do Concreto | by TNB ©2010