Escada tipo Jacaré

29 de agosto de 2014

Escada pré-moldada de concreto modelo "jacaré" é executada com ferramentas simples

Por Rodnei Corsini

As escadas in loco requerem um tempo considerável de execução no canteiro por conta das dificuldades que sua geometria irregular pode proporcionar. Como alternativa, podem ser usadas escadas pré-moldadas. Elas podem ser divididas em escadas compostas por peças de grandes dimensões e em escadas compostas por vários elementos de pequena espessura.
As escadas de grandes dimensões são normalmente moldadas em blocos únicos e são manuseadas apenas com equipamentos de transporte vertical, como gruas. Já as escadas compostas por elementos moldados separadamente dispensam equipamentos de carga, pois seus componentes podem ser carregados manualmente.
A escada "jacaré" é um dos exemplos mais comuns de pré-moldados de pequena espessura. A tipologia "jacaré" é assim denominada por conta dos dentes da viga de sustentação, onde serão apoiados os degraus. Seus componentes são moldados em fôrmas metálicas.
Na moldagem, deve haver cuidado especial quanto às dimensões, ao cobrimento da armadura e ao acabamento final das peças: os ajustes dimensionais precisam ser rigorosamente respeitados e a superfície dos elementos deve apresentar boa aparência, pois muitas vezes não se fará uso de revestimentos.
A principal norma para escadas "jacaré" se refere a elementos pré-moldados de concreto em geral. É a ABNT NBR 9.062:2006, que trata sobre projeto e execução de estruturas de concreto pré-moldado.
Veja os componentes e as principais etapas:

ILUSTRAÇÃO: DANIEL BENEVENTI

1. Chumbamento
A conformação da escada "jacaré" é independente da alvenaria. Entretanto, é importante que os blocos em que a viga denteada vai ser chumbada estejam grauteados (preenchidos com argamassa ou microconcreto). Após marcar os pontos na parede, os blocos são furados com brocas de vídea. O chumbamento das vigas denteadas na alvenaria é feito com buchas e parafusos ou com chumbadores. Normalmente, os parafusos são fixados na viga a cada dois degraus, mas isso depende do cálculo de cargas feito no projeto.

2. Assentamento dos degraus 
Com as vigas fixadas, os degraus são assentados nos dentes da viga com argamassa de assentamento. A massa é depositada nas faces das vigas, o degrau é biapoiado e tem as extremidades marteladas com uma marreta de borracha. Também são assentadas peças complementares de ajuste, como as soleiras.

3. Assentamento dos patamares
Os degraus são assentados seguidamente, de baixo para cima. Caso haja patamares intermediários entre os lances da escada, eles também são assentados com argamassa do mesmo modo que os degraus sobre as vigas horizontais. Imediatamente após a fixação dos elementos, a escada é liberada para o uso.

Por Rodnei Corsini 

Colaboração: engenheira Fabiana Cristina Mamede, sócia-diretora da Pedreira Engenharia.

Componentes

O peso máximo indicado para cada um dos elementos prémoldados é de 50 kg por operário. Para evitar a redução das dimensões das peças, normalmente estas são projetadas para serem manuseadas por dois operários. Para viabilizar a moldagem das peças com pequenas espessuras, uma das opções é o uso de concretos de granulometria fina, com cobrimento da armadura de 1 cm e diâmetro das barras de aço de 6,3 mm no máximo.

As escadas "jacaré" são compostas, em geral, pelos seguintes elementos:
a) Vigas denteadas (uma para cada lance de escada);
b) Degraus em "L";
c) Patamares pré-moldados;
d) Peças complementares, como soleiras e vigas horizontais para os patamares.

Por Rodnei Corsini

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são muito bem vindos e importantes, mas assine com seu Nome/URL, onde trabalha e de qual estado/cidade você é.

 
Clube do Concreto | by TNB ©2010