Alvenaria Estrutural - Dia de Treinamento: Ferramentas

18 de fevereiro de 2015

 Filme Alvenaria Estrutural - Dia de Treinamento foi desenvolvido com o intuito de auxiliar no treinamento dos profissionais que executam a alvenaria estrutural. Este material tem como objetivo mostrar os processos relacionados ao sistema, ao exemplo de: marcação da primeira fiada, elevações das alvenarias, instalações, armazenamento, materiais, blocos cerâmicos, argamassas, vergas e contra-vergas, cintas de amarração, grauteamento, etc. Para saber mais informações sobre este material, acesso o site: www.pauluzzi.com.br





Ferramentas

Colher de pedreiro:
Utilizada principalmente para distribuir a argamassa para o assentamento dos blocos da primeira fiada, aplicar a argamassa nas juntas transversais e retirar o excesso das mesmas. Evitar uso de colher de pedreiro para assentar blocos das demais fiadas.
Canaleta ou palheta:
Utilizadas para distribuir os cordões de argamassa nas juntas longitudinais de assentamento dos blocos. Os cordões de argamassa (horizontais e verticais) devem ser distribuídos, preferencialmente, com 2cm de espessura, a fim de conduzir a uma espessura final de 1cm de junta. Guardar meia-cana imersa em água ou na argamassa.
Régua de nível:
Utilizada para aferir o nível e o prumo das paredes. Recomenda-se que a régua tenha comprimento entre 1,2m e 1,8m.
Esquadro metálico:
utilizado para aferir o esquadro da primeira fiada, deve ser utilizado também ao longo da elevação. Recomenda-se que o esquadro tenha medidas de, no mínimo, 80cm de face.
Caixa para argamassa (masseira):
Recomenda-se que as paredes do caixote sejam perpendiculares entre si para possibilitar o emprego das ferramentas específicas de assentamento (palheta e canaleta). O caixote não deve ser de material poroso que permita a perda de água da argamassa. Recomenda-se que o suporte do caixote tenha rodas para facilitar seu deslocamento.
Andaimes:
Recomenda-se apoiá-los sobre cavaletes, e nunca sobre as paredes.
Escantilhão:
Régua de marcação vertical, com graduação de 20 em 20 cm, a partir da parte superior da primeira fiada.
Gabaritos de portas e janelas:
É aconselhável a utilização de gabaritos metálicos ajustáveis e reutilizáveis para obter medidas exatas em todos os vão de portas e janelas (possibilita usar portas prontas).
Paleteira hidráulica:
Utilizada para transporte horizontal de pallets inteiros.
Elevador Cremalheira:
Agiliza o transporte vertical de blocos, principalmente quando bem dimensionado para que se possa transportar pallets inteiros. Os pallets de blocos Pauluzzi possui dimensões de L120/H130/C120.
Grua:
Agiliza o transporte vertical dentro da obra, porém para ter o máximo aproveitamento é necessário ter um planejamento da capacidade de carga baseado no peso dos pallets. Para blocos cerâmicos Pauluzzi, os pesos são os seguintes:

Bloco 7MPa 14x19x29: 1.210Kg
Bloco 7MPa 14x19x44: 1.190Kg
Bloco 7MPa Compensador 4 14x19x4: 2.040Kg
Bloco 7MPa Compensador 9 14x19x9: 1.555Kg

Bloco 10MPa 14x19x29: 1.440Kg
Bloco 10MPa 14x19x44: 1.376Kg

Bloco 15MPa 14x19x29: 1.377Kg
Bloco 15MPa 14x19x44: 1.440Kg

Bloco 18MPa 14x19x29: 1.596Kg
Bloco 18MPa 14x19x44: 1.640Kg
Carrinho coca-cola:
Utilizado para transporte horizontal de blocos, principalmente para movimentação de quantidade reduzida de blocos nas lajes dos pavimentos.
Gaiola para transporte de pallets:
Para maior segurança, sugere-se que a obra tenha uma gaiola metálica para o transporte vertical feito através de gruas, manipuladoras e guindastes.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são muito bem vindos e importantes, mas assine com seu Nome/URL, onde trabalha e de qual estado/cidade você é.

 
Clube do Concreto | by TNB ©2010