Assim irá dar certo?

21 de março de 2016

Vejo muitas empresas de pré-fabricados de concreto que administram as finanças de suas empresas de uma maneira simplória, como estivessem cuidando das finanças pessoais e muitas delas até misturando as pessoais com as da empresa. Entendo que cuidar das finanças deva ser até desafiador para se aprender conceitos básicos, como faturamento, lucro, capital de giro, ponto de equilíbrio e tudo que seja necessário para a empresa sobreviver em todas as marés que virão neste tempo de CRISE. 

Navio HMS Bounty. Foto: HMS Bounty Organization LLCMuitos empreendedores dessa nossa atividade tem até um nível técnico elevado de como fazer a gestão da produção e de seus funcionários, aprenderam nas tempestades como se navegar com o seu navio. 

Mas muita atenção é necessária a determinados fatores, como dívidas ou necessidades de investimento, que poderão colocar o negócio em alto risco, gerenciando a empresa não mais como um navio em suas marés e sim como um quartel do corpo de bombeiros: apagando incêndios o que atualmente vemos ocorrer com a crise financeira que temos no nosso país..


Pelo caos em Bogotá, cancelou concerto da FilarmônicaPara administrar e se atingir um sucesso que tenha sustentabilidade a marés e a incêndios, é necessário, fazendo agora outra analogia, que o empreendedor seja um excelente maestro de sua orquestra controlando cada musico para atingir esse objetivo. Nada adiantará ter bons produtos e uma boa técnica se os demais departamentos não forem sinérgicos, é logico que isso vale para todos os departamentos da empresa.

Administrar as finanças deve ser uma tarefa diária para que o empresário tome decisões estratégicas para o crescimento e que o seu negocio permaneça solido, gerar receitas isso todos procuram mas é preciso conhecer seu custo fixo, administrar seu fluxo de caixa, seu patrimônio, administrar seus estoques, seu lucro.....tudo passa a ser uma educação financeira para se envolvam sinergicamente....





Resumindo: 

O empresário deve saber como navegar, como se apagar os incêndios e ter uma orquestra com músicos que devem estar envolvidos sinergicamente para que possamos ter uma boa música e agora sim: ASSIM DARÁ CERTO !!

Eng Ruy Serafim de Teixeira Guerra

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são muito bem vindos e importantes, mas assine com seu Nome/URL, onde trabalha e de qual estado/cidade você é.

 
Clube do Concreto | by TNB ©2010