JOÃO FILGUEIRAS LIMA - LELÉ (3) - Muros

27 de julho de 2016

3- Muros de Arrimo

Os problemas continuam nas favelas na contenção de encostas:

Principais objetivos que devem ser resolvidos:
-arrimar as terras dos taludes
-coletar as águas pluviais
- ter peças para poder se transportar por dois homens devido aos problemas dos taludes íngremes das favelas,
- que os locais são de dificílimo acesso devido ao acesso por ruas estreitas
-os terrenos são de baixa resistência de suporte.

Esta problemas foram assim solucionados por Lelé 
(com a mesma receita das escadarias)

- com peças leves.
- peças fáceis de se fabricar,
- sem exigência de maquinários,
- com encaixes simples
- montagem manual
- com custo baixo em relação a outros sistemas
- com cura do concreto e da argamassa armada

E resolvendo todos os problemas citados, veja como ficou este produto:

                                                  Foto: Estudo Técnico 64 


      Foto da bibliografia de CRISTINA CÂNCIO TRIGO

Este elemento possui 2,30 m de altura, 33 cm de largura e base com 2,20 m. seu peso é de 132 kgs, e a titulo de ilustração possui 8.26 kg de armadura.

As peças devem ser assentadas sobre o terreno regularizado sendo colocadas 30 cm abaixo do solo, Para impedir a percolçao dos solos através de suas juntas cola-se tiras de tecido de geotextil. 

Podem ser feitos pequenos raios de curvatura, e para arremate essas peças são contraventadas por uma viga de concreto na sua parte superior. Para se vencer desníveis superiores a 3 metros se utilizam escalonamentos.

Veja abaixo as fotos inéditas que digitalizei de meu particular acervo:





Esclareço que a bibliografia será colocada na última publicação, assim como uma ideia de produtividade na implantação de cada produto, e seus volumes e taxas de armaduras utilizados


Então até a próxima,


Eng Ruy Serafim de Teixeira Guerra



0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são muito bem vindos e importantes, mas assine com seu Nome/URL, onde trabalha e de qual estado/cidade você é.

 
Clube do Concreto | by TNB ©2010