Como Calcular a Resistência de Compressão

1 de janeiro de 2020

Para se obter a Resistência a compressão é necessário ter os corpos de prova moldados segundo a NBR 5738/2015 e  estes corpos de prova devem conter as seguintes informações: 

◦ Número de identificação do corpo de prova; 
◦ Data da moldagem; 
◦ Idade do corpo de prova; 
◦ Data do ensaio; 
◦ A resistência à compressão expressa com aproximação de 0,1MPa; 
◦ Tipo de ruptura do corpo de prova

A prensa de ensaio deve estar com sua aferição feita e com um certificado que tem validade de um ano, veja um certificado de uma prensa:



De acordo com a NBR 12655/2015, a amostragem do concreto para ensaios de resistência à compressão deve ser feita dividindo-se a estrutura em lotes que atendam aos limites da tabela 02 da norma. 

De cada lote deve ser retirada uma amostra, com número de exemplares de acordo com o tipo de controle. 

Cada exemplar é composto por 2 corpos de prova e adota-se como resistência do exemplar o maior dos valores obtidos.



Resistência à compressão dos corpos de prova:

Resistência à compressão =  Carga da Ruptura  (Kg) /Área da seção transversal (cm²)
onde:

  • Carga de ruptura é a leitura da prensa corrigida com a tabela de aferição (em Kg )


  •   Área da seção transversal  (em cm² ) seja para exemplificar utilizando os corpos de prova  de  10 x 20 cm, então temos como área 


Área=Pi()*d*d/4= 3.1416*10*10/4=  78.54 cm²

Como o resultado deve ser expresso em Mpa e com aproximação de 0,1MPa é necessário fazer a transformação de Kg/cm² para Mpa onde 1Mpa é igual aprox a 10 Kg/cm²

A formula ficaria assim para termos o resultado em Mpa:


Resistência à compressão = 
Leitura da prensa corrigida/10 /78.54 = Leitura prensa corrigida /785.4 (Mpa)



Eng Ruy Serafim de Teixeira Guerra



0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são muito bem vindos e importantes, mas assine com seu Nome, onde trabalha e de qual estado/cidade você é.

 
Clube do Concreto | by TNB ©2010