Fissuras e Juntas de pisos industriais - Parte5

13 de setembro de 2013

4 TIPOS DE MATERIAL SELANTE E DE ENCHIMENTO DE JUNTAS

4.1 Generalidades

A função básica da selagem da ranhura indutora, nas juntas de um pavimento de concreto, é impedir a intrusão de água e materiais sólidos incompressíveis (como areia, pequenos pedregulhos e outros corpos estranhos).

A infiltração de água através da junta traz conseqüências danosas à durabilidade do pavimento, principalmente por ser causa principal do bombeamento, que consiste na paulatina deterioração da camada de fundação, pela expulsão dos finos que a compõem; dessa maneira, o suporte disponível decresce acentuadamente, ficando a placa descalçada e sujeita a uma rápida ruína. Mesmo nos projetos modernos, em que é obrigatória a adoção de uma sub-base de material apropriado, quer dizer, não bombeável, é comum observar-se em certos casos um desnivelamento entre a pista e o acostamento, ou bombeamento na borda longitudinal da pista, ambos causados pela infiltração de água através da junta não vedada: a água pode caminhar entre a placa e a sub-base e atingir o acostamento.

A concentração de materiais sólidos em região limitada da junta produz, quando da expansão do concreto, tensões de compressão bastante elevadas, ao impedir que a junta feche normalmente. Dependendo da magnitude dessas tensões, a junta pode degenerar-se e precipitar o colapso das placas afetadas. Além disso, uma infiltração maciça na ocasião em que a temperatura atingir seu ponto mais baixo - quando a junta abre ao máximo - arrisca ser traduzida no alçamento das placas contíguas à junta, quando estas se dilatarem sob a ação de uma temperatura elevada.

Pelas conseqüências altamente prejudiciais à durabilidade da rodovia, como visto, e pelo aumento indesejável das despesas de manutenção da superfície de rolamento, o projetista dos pavimentos rodoviários de concreto deve analisar, cuidadosamente, a maneira mais conveniente de impedir as infiltrações através da junta.


4.2 Tipos de Materiais

Um selante adequado deve possuir propriedades bem definidas, como fluidez, período de cura, viscosidade, adesividade, dureza, resistência à oxidação, compressibilidade, elasticidade, resistência à fissuração e coesão interna. A opção por um determinado tipo deve obedecer à avaliação de suas características próprias, pela realização de resultados de ensaios que possibilitem o conhecimento das propriedades mencionadas. Devem ser tomados em consideração, paralelamente, a maior ou menor facilidade de execução das operações de aplicação de cada um dos tipos propostos, e as condições de solicitação da junta, tanto ambientais (temperaturas anuais e pluviosidade), quanto mecânicas (o volume de tráfego e a magnitude das cargas solicitantes).

Os materiais podem ser separados em três grandes grupos:

a) Selantes colocados a quente

No primeiro grupo acham-se os alcatrões, os asfaltos filerizados e os asfaltos misturados a materiais elásticos, como as borrachas sintéticas; este último tipo é conhecido no mercado como mástiques plasto-elásticos. Os selantes a quente têm sido postos de lado na prática corriqueira, a não ser no preenchimento de trincas, pelas dificuldades que surgem na sua aplicação, principalmente pela elevada temperatura de serviço - acima de 1 000C. Por outro lado, perdem a elasticidade com certa rapidez após postos em uso, diminuindo a durabilidade da junta e aumentando enormemente as despesas de conservação. A pequena abertura das juntas modernas é um fator que, igualmente, dificulta o seu emprego.

b) Selantes colocados a frio

Os selantes aplicados a frio, ou seja, à temperatura ambiente, são os asfaltos diluídos, as emulsões asfálticas e os elastômeros também conhecidos como mástiques elásticos (os mástiques ditos plásticos não são recomendáveis, visto deformarem-se permanentemente quando solicitados, sem retorno à forma original).

Quando asfálticos, têm como inconveniente principal a perda de volume devida à evaporação do solvente, provocando sérias falhas no comportamento da junta selada, ainda que executada criteriosamente. Quanto aos mástiques elásticos, os tipos principais são os polissulfetos, os uretanos, os silicones e os polimercaptanos, podendo ser mono ou bicomponentes.

c) Selantes pré-moldados

Os selantes que formam o terceiro grupo - os pré-moldados - podem ser poliuretanos, do tipo neoprene, de borracha esponjosa, de cortiça e outros. Sua instalação é fácil e o comportamento, geralmente, excede os níveis atingidos por outras classes de selantes; seu custo de aquisição é, entretanto, extraordinariamente maior do que os dos tipos anteriores.

O Quadro 1 fornece uma lista das especificações sobre o assunto.

QUADRO 1 - Exemplos de especificações brasileiras e norte-americanas dis-poníveis
para selantes de juntas em pavimentos de concreto


4.3 Dimensionamento do Reservatório do Selante

a) Fator de forma

Além da escolha correta do tipo de material a utilizar na selagem das juntas, faz-se necessário que a quantidade colocada obedeça a limites referidos à largura da ranhura. Para o melhor comportamento do selante, descobriu-se ser de grande influência a relação entre a profundidade de aplicação e a abertura da junta, chamando-se a essa relação fator de forma  918 19,20

Para placas de comprimentos não excedentes aos limites aqui preconizados, a formação do reservatório pode ser feita pela inserção de um cordão (sisal, náilon, linha etc.) na ranhura. O fator de forma (profundidade dividida pela largura de selante) é variável com o tipo de material selante. Em geral, pode-se seguir as indicações dos fabricantes a esse respeito. As Tabelas 3 e 4 fornecem valores recomendados pela prática, para juntas preenchidas com selantes a frio ou a quente e para materiais pré-moldados. A Figura 14 ilustra o assunto.


TABELA 3 - Fatores de forma recomendados para selantes vasados no local
(Seg. AASHTO e PCA)
TABELA 4 - Abertura de junta e largura recomendadas para selantes pré-mol-dados (Seg. AASHTO e PCA)
FIGURA 14 - Reservatório do selante, fator de forma e materiais para evitar aderência entre selante e fundo do reservatório

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são muito bem vindos e importantes, mas assine com seu Nome/URL, onde trabalha e de qual estado/cidade você é.

 
Clube do Concreto | by TNB ©2010