Dosagem do concreto para Blocos - ABCP/PITTA -

21 de novembro de 2013


Já foi realizado dosagem de blocos através de dois métodos, o primeiro sendo realizado por módulo de finura (método adotado pela Besser Company), e o segundo o que eu desenvolvi. São os seguintes links:


Vou fazer uma dosagem para blocos de concreto utilizando o método desenvolvido pelo Eng Marcio Rocha Pitta quando foi chefe da divisão de projetos e estudos da ABCP- Associação Brasileira de Cimento Portland , no ano de 1990.

Este trabalho foi realizado na empresa Fat Cimento Técnica SA onde eu trabalhava como superintendente. Este método utiliza dois materiais mas pode ser adaptado para mais materiais (é bastante trabalhoso). O trabalho é dividido em duas etapas:

A primeira etapa é realizada com um determinado traço, que no caso do estudo foi de 1:9.Com este traço se  procura  a maior resistência do bloco utilizando diversos percentuais de brita. Produzimos quatro traços de 1:9 com a brita em vários teores, veja abaixo:

Traço desmembrado
% brita
A
1 : 9.50 : 0.00 : 0.74
0
B
1 : 8.14 : 1.62 : 0.74
16.6
C
1 : 6.78 : 3.24 : 0.74
32.3
D
1 : 5.42 : 4.86 : 0.74
47.3

Rompe-se os blocos para procurarmos fazer a curva de %brita versus  resistência.
Abaixo temos o gráfico, que hoje realizei no Excel onde se apura a equação de correlação de resistência versus %brita.




A segunda etapa é realizada se adotando o percentual de brita escolhido na primeira etapa, sendo computado também o acabamento do bloco. 

No caso do estudo que foi realizado foi adotado  32,33% de brita. Com este percentual encontrado realiza-se mais quatro traços  com consumos diferentes ou seja com diversos traços, adotou-se os seguintes traços:

E
1 : 5.38 : 2.57 : 0.63
F
1 : 8.26 : 3.95 : 0.92
G
1 :9.68 : 4.63 : 1.07
H
1 :10.93 : 5.22 : 1.20

E=1:7.95
F=1:12.21
G=1:14.31
H=1;16.15

Foram rompidos estes blocos da série E/F/G/H  e agora temos uma  correlação entre  o traço e a  resistência, ficou assim o gráfico em Excel:




Como sugestão, para se produzir um bloco com uma determinada resistência devemos assim realizar:

Resistência desejada +1.65*Sd
Onde Sd é o desvio padrão. (pode ser feito em uma tabuleta/pallet)

Como exemplo:

Blocos de 3Mpa com uma fabrica com um desvio padrão de 1Mpa teremos de fazer o traço para 3 + 1.65*1 = 4.65MPa

Se fosse na fabrica deste estudo, o traço seria:

Resistencia vs Fator Água/Cimento
curva para=
 28 dias
 y =  -
       7.34  
 Ln(x)  +
            4.96  
Resistência
Fator Água/Cimento
Mpa=
       4.7  
a/c>>>
   1.04  
M>>>
   13.90  

Desdobrando este traço:

Brita 32.33*13.90/100= 4.49
Areia 13.90-4.49  = 9.41
Água/cimento = 1.31 (para uma umidade de 7%)

Traço 1 : 9.41 : 4.49 : 1.31

Bem é isto, agora temos três métodos para dosagem de blocos de concreto. 
  • O primeiro por módulo de finura;
  • O segundo por parâmetros (meu método) onde se procura uma mistura com os MATERIAIS DISPONÍVEIS, podendo misturar diversos agregados e onde o teor de água é ajustado com a mistura encontrada diretamente no equipamento de produção;  
  • O terceiro o método lógico de tentativa de Pitta.


Qual é o melhor e mais viável fica por conta de vocês....

  

Eng Ruy Serafim de Teixeira Guerra



5 comentários:

Leandro Vieira De Souza disse...

GOSTARIA DESTA PLANILHA ENG RUY

ruy guerra disse...

me envie seu e-mail para eu enviar a planilha
ruytguerra@yahoo.com.br

Leandro Vieira De Souza disse...

O MEU EMAIL E leandrao5000@gmail.com

Rodrigo Bergami Trevizani disse...

Eng. Ruy, se for possível gostaria dessa planilha.
Desde já agradeço.
engenharia@solucao.eng.br

Anônimo disse...

Gostaria de receber a planilha. Obrigado. flaviokbi@gmail.com

Postar um comentário

Os comentários são muito bem vindos e importantes, mas assine com seu Nome/URL, onde trabalha e de qual estado/cidade você é.

 
Clube do Concreto | by TNB ©2010