Cálice parede Certa

5 de agosto de 2014

Tenho observado a existência de obras com cálices de paredes inferiores a normalização da ABNT, e publico aqui um esclarecimento para cálculo de paredes mínimas de um cálice de fundação para um pilar pré-fabricado.

A NBR 9062 determina que as faces externas do pilar tanto quanto as internas do cálice devem ter a mesma característica superficial. O espaçamento entre o pilar e o colarinho j h deve ser projetado levando em conta o equipamento de vibração que será utilizado na concretagem, com o valor mínimo recomendável de 50mm (em cada lado), exceto quando o graute for autoadensável. 

Quanto a espessura do colarinho, em LEONHARDT & MÖNNIG (1977) recomenda-se que seja maior ou igual a 1/ 3 da menor distancia interna entre as paredes do colarinho ( hint  ou bint  ), e no mínimo igual a 100mm. De acordo com a NBR 9062, a espessura da base do cálice lbf não deve ser inferior a 200mm e o comprimento de embutimento lemb a 400mm .

A recomendação com espessura de  1/3 da maior medida interna deve ser avaliada no dimensionamento das armaduras.

No que se refere ao dimensionamento, os elementos de fundação devem ser calculados para resistir à totalidade das forças verticais e horizontais e dos momentos.

Veja as seguintes figuras:


Vamos a um exemplo prático:

1-Qual a espessura minima da parede hc para um pilar de 250x500mm?

Hint= 500 + 2x50 = 600mm
hc>100mm
hc>Hint/3 = 600/3 = 200mm

Logo a parede terá um mínimo de 200mm

Para este caso não existe possibilidade da utilização de paredes com 100mm, conforme tenho visto em algumas obras.

2-Qual a dimensão máxima de um pilar para uma parede de um cálice com 100mm?

Hint/3=100mm   logo Hint=300mm

para uma folga de cada lado de 50mm h=300-2x50 = 200mm

Logo para uma parede de um cálice com 100mm o pilar terá como maior medida 200mm.


Eng Ruy Serafim de Teixeira Guerra

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são muito bem vindos e importantes, mas assine com seu Nome/URL, onde trabalha e de qual estado/cidade você é.

 
Clube do Concreto | by TNB ©2010