Como verificar os finos na dosagem do concreto?

19 de novembro de 2014

Para se verificar o teor de finos de uma mistura devemos calcular a  Superfície Específica SS.

Cada peneira é relacionada com pesos.

A soma desta multiplicação de pesos versus %retidos  fornecem o valor da Superfície Específica SS.

Os pesos relacionados abaixo foram baseados na experiência de Ken Day que utilizou os pesos como sendo a típica relação ​​para esferas perfeitas.

Veja o exemplo de cálculo do SS:



Se compara a diferença da Superfície Específica SS da mistura e  para o SS da curva de Fuller.

Esta verificação é necessária para que o teor de finos não concorram com o cimento, para não haver aumento na utilização da água de amassamento, aumentando os vazios, dando origem a resistências mais baixas do que as previstas.

Se o valor do SS da mistura alcançar o valor maior que o SS de Fuller é sinal que está existindo um aumento do teor de finos nesta mistura.

Uma das soluções para se corrigir pode ser com a utilização de um aditivo com melhor qualidade e/ou com percentuais máximos de adição recomendados pelo fabricante do aditivo.

Outra solução é se utilizar aditivo incorporador de ar para diminuir o teor de areia, tendo-se neste caso o cuidado de não se alterar o valor dispersão de Fuller para valores acima de três (calculo com o comando SOLVER do Excel)

E a última alternativa seria trocar este agregado miúdo que está fora de especificação para os aditivos de mercado.

Para o exemplo acima temos os SS :

Mistura                 =  25.29
Fuller (DMT18.3) = 24.92

Então existiu neste exemplo, um aumento da finura em 1.51%,  portanto não existe necessidade de troca de agregado miúdo basta ser utilizado um maior percentual de aditivo.

Eng Ruy Serafim de Teixeira Guerra



0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são muito bem vindos e importantes, mas assine com seu Nome/URL, onde trabalha e de qual estado/cidade você é.

 
Clube do Concreto | by TNB ©2010