9- Resistência de dosagem e a/c para o traço inicial

4 de dezembro de 2014


A resistência média prevista para a dosagem não é diretamente o Fck e sim o Fcj. Para determinação do fcj adota-se a equação recomendada na ABNT NBR 12655:2006:


Fcj = Fck + 1,65 x Sd com: Sd = kn . Sn


Em que:

Fcj = resistência média do concreto à compressão a j dias de idade, em Mpa;
Fck = resistência característica do concreto à compressão, em Mpa;
Sd = desvio-padrão da dosagem, em Mpa;
kn = coeficiente que depende do número n de resultados disponíveis;
Sn = desvio padrão obtido de uma amostra com n resultados disponíveis;
n = número de ensaios disponíveis.

Veja em Novos Rumos se devemos alterar o valor 1.65 ou não:

Se houver dados que informem o coeficiente de variação utiliza-se a seguinte fórmula:


Fcj = Fck / (1 - Kn*v)


v= coeficiente de variação

Kn=coeficiente de student variável em função de a probabilidade ser inferior a resistência de dosagem e pelo numero de amostras. Os coeficientes de variação podem ser classificados em:

Ruim ---------------------25%
Inferior ------------------20%
Regular ------------------18%
Bom ----------------------15%
Excelente em fábrica -----10% - 12%
Excelente em Laboratório -------------5%

Se não for conhecido o desvio padrão Sn, para efeito da dosagem inicial, o modo como pretende conduzir a dosagem, de acordo com o qual será fixado o desvio padrão sd pelo critério a seguir nas seguintes condições:

A) Quando houver assistência de profissional legalmente habilitado, especializado em tecnologia do concreto, todos os materiais forem medidos em peso e houver medidor de água, corrigindo-se as quantidades de agregados miúdos e de água em função de determinações frequentes e precisas do teor de umidade dos agregados, e houver garantia de manutenção, no decorrer da obra, da homogeneidade dos materiais a serem empregados:


Sd = 4,0 Mpa concreto classe C10 a C80.


B) Quando houver assistência de profissional legalmente habilitado, especializado em tecnologia do concreto, o cimento for medido em peso e os agregados em volume, e houver medidor de água, com correção do volume do agregado miúdo e da quantidade de água em função de determinações frequentes e precisas do teor de umidade dos agregados:


Sd = 5,5 Mpa concreto classe C10 a C25.


C) Quando o cimento for medido em peso e os agregados em volume e houver medidor de água, corrigindo-se a quantidade de água em função da umidade dos agregados simplesmente estimada:


Sd = 7,0 Mpa concreto classe C10 a C15.


Conforme determina a NBR 12655, em nenhum caso o valor deste desvio adotado para o cálculo da resistência de dosagem, poderá ser menor que dois Mpa.


Portanto, o valor mínimo, neste caso, da parcela a ser acrescida à resistência Fck será de 3,3 Mpa (1,65 x 2).


Complete nas células de cor cinza com os seus dados  para se obter o desmembramento de traço inicial que será feito com os percentuais de mistura que foram obtidos no primeiro passo.

Eng Ruy Serafim de Teixeira Guerra

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são muito bem vindos e importantes, mas assine com seu Nome/URL, onde trabalha e de qual estado/cidade você é.

 
Clube do Concreto | by TNB ©2010