MANUAL BÁSICO PARA UTILIZAÇÃO DOS SERVIÇOS DE UM ARQUITETO!!

8 de fevereiro de 2015



--Vale em muitos itens para o Engenheiro....

COISAS QUE O CLIENTE DEVE SABER:

1- Arquiteto dorme.
Pode parecer mentira, mas ele precisa dormir como qualquer outro vivente.
Procure não acordá-lo sem necessidade! Tá certo que a natureza do serviço contratado requer um certo contato com seus hábitos, e pode conferir um clima de intimidade à relação; mas daí a entender que o cara é "parceiro" noturno ou irmão camarada, pra aguentar tuas angústias a qualquer hora, tem uma baita diferença!...

Esqueça o telefone da casa dele - ligue para o escritório amanhã de manhã!

2- Arquiteto come.
Inacreditável, não? Mas é verdade...Este "SER" também tem fome. E algumas vezes, na hora do almoço...

3- Arquiteto algumas vezes PODE ter família.
Parece incrível, mas mesmo sendo ARQUITETO a pessoa pode precisar descansar no final de semana e ter 1 tempo com o cônjuge, os filhos ou com os amigos, sem necessitar pensar ou falar em reformas ou obras...ou cores para a parede do seu hall...

4- Arquiteto atende no final de semana, feriados ou em horários esdrúxulos?
Resposta: - Sim! É claro que pode atender, desde que devidamente REMUNERADO. Desnecessário dizer que nesses casos o atendimento tem custo adicional.

Favor, não pechinchar. Ahh! - Cara feia na hora do cheque não diminui o valor do serviço solicitado! (queria mais barato? poderia ter procurado direto um pedreiro mas, ... o barato sai caro!!)

5- Arquiteto TAMBÉM precisa de dinheiro. (-Por essa você não esperava, né?-)
É surpreendente, mas apesar da paixão pelo trabalho e das inúmeras respostas criativas para seus problemas. Arquiteto também vai ao super e faz rancho, e simplesmente não consegue pagar a conta apresentando suas brilhantes idéias...Lembre disso quando pedir "só uma idéia" para solucionar o seu problema!...o supermercado, o fisco, a brasiltelecom (Telemar no Rio), o posto de gasolina ou o fabricante de trapos que veste o vivente que está a vosso serviço, não aceitam suas IDÉIAS como pagamento de boletos bancários...

(E uma coisa bizarra: os livros, revistas nacionais / importadas, softwares, maquetes eletrônicas e toda parafernália necessária à SUA compreensão do PROJETO, não chegam gratuitamente até o escritório do "gênio"!) Impressionante, né?Dá prá entender agora o motivo de cobrar uma consulta?

6- Ler, estudar, pesquisar, procurar só Deus sabe onde soluções para cada situação, é trabalho.
E trabalho sério.

Pode parar de rir. Não é piada. As idéias que ele apresenta, não brotam no papel pelo simples toque de uma varinha de condão!...(você ainda acredita em duende?!?)

7- Não é possível examinar projetos por telefone.
(essa não dá nem para comentar...)

8- De uma vez por todas, e só para reforçar: Arquiteto não é VIDENTE.
O cara precisa examinar , analisar, coordenar, desenhar e estabelecer prioridades dentro das necessidades e POSSIBILIDADES ECONÔMICAS do cliente,muitas vezes precisando reexaminar e refazer todos os quebra-cabeças; Se quiser milagre, pode tentar uma macumba ou procurar um pai de santo. E se eles resolverem, você pode deixar o Arquiteto em paz.

9- Em reuniões de amigos ou festas de família, Arquiteto deixa de ser
Arquiteto, tá ali curtindo como você, entre amigos e parentes.

Não suscite suas angústias sobre a cor do seu sofá ou quanto à melhor posição para o armário enorme que você comprou (e ele nem conhece sua casa!), ou se seria melhor demolir a parede de um dos dormitórios... É preciso conhecer o conjunto, avaliar !

Para isso ele precisa conhecer a situação, refletir, se concentrar; ou seja, precisa TRABALHAR. No caso do Arquiteto, criar demanda mais do que a maior parte das pessoas imagina. Principalmente depois que vê o projeto pronto.

10- Não existe apenas um desenho - a "planta” faz parte do PROJETO!
E projeto prá existir, tem que ser pensado, e por sua vez, cobrado. 
Diante desses tópicos inéditos para boa parte da população, vão aqui algumas dicas para tornar a vida do Arquiteto mais suportável:

-O uso do celular:
Celular é ferramenta de trabalho.
Por favor, ligue apenas quando necessário.
Fora do horário de expediente, mesmo que você ainda não tenha acreditado, o Arquiteto pode estar fazendo alguma daquelas coisas que você pensou que ele não fazia, como dormir ou namorar, por exemplo.

-Antes da consulta:
Por favor, marque hora. Se não marcar, não fique andando de um lado para o outro na sala de espera e nem pressionando a secretária. Ela não tem culpa. Ah! E não espere que o Arquiteto vá te colocar no horário de quem já marcou. Se tiver fila, você vai ficar por último. Na próxima vez ligue antes. Só venha sem marcar em caso de emergência (que seja realmente emergência), por favor.

-Perguntas: Repetir a mesma pergunta mais de cinco vezes não vai mudar a resposta.
Por favor, repita no máximo três!
O Arquiteto não está sob investigação policial.

-Horário: Quando se diz que o horário de atendimento é até meio dia, não significa que você pode chegar 11:55 e ficar conversando quanto tempo quiser! Se chegar, volte depois do almoço. (O mesmo vale para o final do expediente.)

-Emergência? Claro que o Arquiteto atende, mas se estiver fora do horário normal, também está fora do preço normal.

-Na hora da consulta: Bastam alguns membros da família para acompanhar o cliente e responder às perguntas do Arquiteto. Por favor, deixe os amigos do cunhado e seus vizinhos com os respectivos filhos nas casas deles. Não fique bombardeando o Arquiteto com milhares de perguntas durante o atendimento. Isso tira a concentração, além de torrar a paciência. Evite perguntas que não tenham relação com o projeto.

Infelizmente, a cada consulta, o Arquiteto só poderá examinar UM projeto. Lamentamos informar, mas seu outro projeto também terá que passar por consulta e você também terá que pagar por ela.

Ahhh! 

Lembrete: O Arquiteto não deixará de cobrar a consulta só porque você já gastou demais na sua obra. Não foram os Arquitetos que inventaram o ditado "O barato sai caro".

Autor desconhecido - Internet!

Se quiser um manual sério veja aqui:
http://www.iabsp.org.br/manual_de_contratacao_aprovado_pelo_138_COSU-SP.pdf

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são muito bem vindos e importantes, mas assine com seu Nome/URL, onde trabalha e de qual estado/cidade você é.

 
Clube do Concreto | by TNB ©2010