Blocos e Pavers -Umidade Ótima

10 de abril de 2016


O teor de umidade ótima em blocos e pavers onde temos um concreto semi-seco é quando a água utilizada no concreto consegue formar veios de água que surgem nas suas faces, como na foto que está logo abaixo, neste caso foi feito o ensaio de umidade do concreto e chegou-se a 7,08%, o que é a ideal para uma cura controlada, 

Para os concretos plásticos, a quantidade de água ótima é a quantidade mínima possível para adensa-lo formando na sua superfície uma argamassa espelhada e lisa sem os agregados graúdos sobressaírem.

Cada equipamento para a produção dos artefatos de cimento tem uma determinada energia de vibração e a maioria destes equipamentos também possuem uma força de prensagem, em resumo temos artefatos de cimento vibrados, prensados por equipamentos mecânicos, hidráulicos e pneumáticos, vibro-prensados e extrudados (telhas de concreto).

A quantidade de água para ser utilizada na confecção do artefato de cimento está diretamente ligada a esta energia de vibração e de compactação para cada tipo de equipamento e para uma determinada mistura. Então para uma determinada mistura granulométrica existe um certo teor de água ótimo que é constante no traço em um equipamento previamente regulado. Falando de outra forma: o teor de água/materiais secos é constante para um traço em uma certa regulagem de um determinado equipamento.





Para se controlar na prática a umidade ótima: é aquela que permite moldar-se uma pelota de concreto com as mãos, sem que essa se esboroe (falta de água) ou suje excessivamente as mãos (excesso de água). Nada como se dizer que existem operários práticos que utilizam o aspecto visual da mistura pelo brilho do concreto dentro do misturador, quando a mistura "solta" o brilho o concreto certamente estará na umidade ótima. 

Para se controlar precisamente a umidade ótima podemos fazer por dois modos. O primeiro seria controlar o peso e o segundo modo seria controlar a resistência da peça. Este controle é feito no equipamento logo após a prensagem das peças em um palete.

Para se obter resultados imediatos se controla com o peso da peça e para resultados mais demorados se controla a resistência de cada peça, mas é bom neste segundo modo sempre identificar cada posição de cada peça neste palete, para que se possa verificar posteriormente se o equipamento está bem regulado.Não se pode fazer nenhuma regulagem nos equipamentos durante este processo de procura da umidade ótima para não falsear os resultados. Se escolhido pelo método de resistência é realizado estes ensaios com vários teores de umidade para se obtenha o gráfico de a/c versus resistência como o modelo que está na figura logo abaixo.





O objetivo final é que se procura obter sistematicamente uma mistura com uma consistência com umidade ideal no equipamento que foi previamente regulado com os  tempos de ciclo para se obtenha a melhor densidade da mistura com a maior resistência na peça que queremos fabricar.

O gráfico abaixo demonstra a evolução da umidade no concreto em um concreto semi-seco. Observe que existirá uma faixa ótima de utilização e não uma só medida de umidade ótima.

Nada como depois continuar a falar sobre este tema...

Eng Ruy Serafim de Teixeira Guerra


0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são muito bem vindos e importantes, mas assine com seu Nome/URL, onde trabalha e de qual estado/cidade você é.

 
Clube do Concreto | by TNB ©2010