MSF Uma Técnica de Ken Day

Um concreto deve ser dosado para uma determinada finalidade veja o quadro abaixo algumas das finalidades que foram estudadas pelo tecnologista Ken Day com o seu respectivo MSF (Mix Suitability Factor). 

Se deseja produzir um concreto para ser bombeado deve ter um concreto com um MSF entre 25 e 27 segundo o tecnologista Ken Day. Este valor foi o encontrado pelo tecnologista mas você deve verificar se esta faixa de MSF se lhe atende ou e precisa ser ajustado.  

Mas ´que é MSF ? É uma técnica desenvolvida pelo tecnologista que é de fácil utilização em planilhas, MSF é uma aproximação da trabalhabilidade, ou coesão, para uma mistura de um concreto bem dosado.

Este valor está relacionado com três itens:
1) A superfície específica modificada do agregado combinado (SS- Specific Surface),
2) O fator de cimento e,
3) O conteúdo do ar.

SS está relacionado com um fator peso para cada peneira com a finalidade de se fazer encontrar uma superfície combinada multiplicando este fator peso por cada percentual retido em cada peneira. 

Este fator de peso foi adotado pelo tecnologista com sua experiencia mas foi relacionado com as esferas perfeitas.

Vejamos um exemplo:


Em resumo: multiplicar o peso em cada peneira pelo % retido a soma e dividir por 100, a soma é o valor da superfície especifica modificada SS.

Ou conforme acima na figura  se multiplica o peso do agregado retido pelo fator peso de Ken Day e se divide pelo peso total desse agregado.

Vejamos agora como encontrar o MSF de Ken Day. 

É a seguinte fórmula para o seu cálculo:

MSF = SS + 0,025 (CE) - 7,5 + 0,25 (% de ar - 1) 

MSF = Mix Adequação Fator 
SS = Superfície específica modificada
CE = Consumo de cimento equivalente por m3 (em kg)

CE é simplesmente o peso acumulado dos materiais cimentícios, com cada material multiplicado vezes uma constante, ou seja,

CE = C 1 + k 1 C 2 + k 2 C 3

em que C é o peso em kg de cada tipo de material de cimento e k é uma constante que varia tipicamente 0,8-1,2 (usualmente 1,0), sendo que o valor k para a micro sílica varia entre 3 e 4.

Calculemos o valor do MSF para o exemplo, se adotando quatro consumos de cimento (meu passo 03 – correlação do fator a/c versus resistências) o DMC desta mistura é de 19 mm logo o ar aprisionado se utiliza  2%.

TR1=541kg/m3>>>>MSF= 25.29 -7.5+ 0.025*541+0.25(2-1) =  31.6
TR2=426kg/m3>>>>MSF= 25.29 -7.5+0.025*426+0.25(2-1) =  28.7
TR3=361kg/m3>>>>MSF= 25.29 -7.5+ 0.025*361+0.25(2-1) = 27.1
TR4=286kg/m3>>>>MSF= 25.29 -7.5+ 0.025*286+0.25(2-1) = 25.2

A utilização para cada um dos quatro tipos de concreto acima é dito por Ken Day em seu livro para cada faixa de vários valores do MSF :

Logo para o traço TR1 será de boa utilização em concretos fluidos (maiores finos), e o traço TR4 será bom para concreto estrutural.

O método de dosagem aqui do Clube do Concreto o DPCON inclui este novo conceito de Ken Day com a finalidade de verificarmos o tipo de utilização do concreto dosado.


Eng Ruy Serafim de Teixeira Guerra

0 Comments:

 
Clube do Concreto | by TNB ©2010